19 de novembro, Dia da Bandeira do Brasil – Símbolos Nacional

0
27
Bandeira do Brasil - 1889 - Atual

Bandeira, um dos símbolos mais importantes do país.

As bandeiras são usadas desde a época dos homens das cavernas. Pois eles faziam bandeiras com madeira e peles de animais para demarcar território.

Na Idade Antiga, as bandeiras, eram usadas nas batalhas como forma de reconhecimento entre os vários militares.

Quando a república foi proclamada, no Brasil, em 15 de novembro de 1889, as autoridades logo se preocuparam em substituir a bandeira imperial.

A velha bandeira, desenhada pelo artista, Jean Baptiste Debret, que representava o império trazia no meio um brasão com a figura da coroa e da cruz, símbolos que se tornaram antipáticos para os republicanos.

Então Teixeira Mendes, Miguel de Lemos, Manuel Reis e Décio Villares foram chamados para desenharem uma nova bandeira que tivesse a República como inspiração.

Reza a lenda que, naquela época, estes artistas consultaram uma curandeira e vidente, que aconselhou que a bandeira do Brasil mantivesse o verde da natureza e o amarelo do ouro.

Além disto, esta sensitiva falou que seria necessário que a nova bandeira fizesse alusão aos quatro elementos com objetivo de trazer sorte para a nova república.

Assim os desenhistas mantiveram o fundo verde e o losango dourado da bandeira imperial como fonte para a nova bandeira.

Já que o verde simbolizava as florestas, o elemento terra, e o amarelo representava o ouro junto com o elemento fogo.

No lugar do velho brasão, os artistas botaram um fundo azul, representando o elemento água e marcado com algumas estrelas do Cruzeiro do Sul, simbolizando o elemento ar. Pois as estrelas, segundo os místicos, se refletem no mar.

No círculo azul foi escrita uma frase dizendo: “Ordem e Progresso” exercendo uma mensagem subliminar ligada ao pensamento do filósofo positivista francês Auguste Comte, que foi fonte de inspiração para muitos republicanos brasileiros.

Esta Bandeira do Brasil foi regulamentada pelo decreto nº 4, elaborado por Benjamim Constant, no dia 19 de novembro de 1889.

O prefeito do Rio de Janeiro, Francisco Pereira Passos, pediu ao poeta Olavo Bilac e ao músico Francisco Braga um hino para a bandeira nacional.

Este hino foi ouvido pela primeira vez, em público, no ano de  1906.

Recomenda-se que as grandes lojas e estabelecimentos tenham uma bandeira do Brasil hasteada em suas frentes. Pois isto representa a preocupação do comerciante em contribuir com seu país e seu povo.

Não se deve hastear a bandeira na chuva e nem que ela esteja rasgada.

A bandeira precisa ser hasteada em meio mastro somente quando as autoridades declaram luto.

Afinal, ela faz parte da identidade de um país e seu povo. Por isto merece respeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here