7 poderosas maneiras de automotivação.

0
94

O que fazer para “não deixar a peteca cair”, quando se fala em automotivação? Surpreendentemente, a ciência tem respostas.

É muito comum no mundo corporativo falarmos sobre o valor e a importância de motivar os empregados, as equipes, os vendedores e os clientes. Raramente fala-se em automotivação. O que é um erro, porque motivar a si mesmo é tão ou mais importante do que motivar os outros. Motivar pode ser visto como “mover” e Automotivar como “avançar”.

Ser automotivado é ir além por vontade própria, sem a necessidade de ser empurrado e incentivado. É lutar por tudo o que acredita, pelas realizações pessoais e pela conquista de seus objetivos. Em outras palavras, é “não deixar a peteca cair” e continuar seguindo em frente.

Mas, como fazer isso? Quais os segredos da automotivação?

Edwin Locke, psicólogo e professor de Liderança e Motivação da Universidade de Maryland, EUA, comprovou, cientificamente, que a automotivação é factível. Aqui vão sete poderosas sugestões:

  1. Tenha um objetivo – Segundo a pesquisa realizada pelo Prof. Locke, quando há um objetivo estabelecido as pessoas trabalham com mais dedicação e esforço. Ou seja, diga a si próprio: “vou fazer o meu melhor para…”.
  1. Identifique a sua paixão – Pode parecer clichê, mas quando fazemos algo com paixão o resultado é, claramente, melhor. Obviamente que, no percurso em busca do objetivo, nem tudo será “apaixonante” de se fazer, mas ser movido por algo mais forte nos ajuda a executar melhor até mesmo as atividades entediantes
  1. Seja otimista – O otimismo tem uma força poderosíssima. De acordo com a neurocientista Tali Sharot, “uma mente otimista pode mudar tudo o que é feito diariamente e isso pode mudar o futuro“. Encarar as dificuldades com otimismo, buscando enxergar o lado bom ao invés de sempre ver o lado ruim, traz mais motivação para buscar o que se espera.
  1. Tenha foco – Outro ponto que pode parecer batido, mas pesquisas comprovam que quando há muitas prioridades não se tem prioridade alguma. Muito mais efetivo ter um ou dois objetivos a buscar (nunca mais do que três). Com isso aumentam as chances de que os objetivos sejam alcançados, o que, consequentemente, traz mais motivação ainda para continuar.
  1. Evite pessoas baixo-astral – Cientistas comprovaram que as pessoas que nos rodeiam têm forte influência em nosso comportamento. Claro que é importante respeitar a diversidade e as diferentes opiniões, mas ter pessoas motivadas ao seu lado ajuda a manter a moral lá em cima.
  1. Seja persistente – Seja qual for o objetivo, é muito comum ficar desmotivado quando as tentativas iniciais não trazem o resultado que esperamos. Ninguém disse que seria fácil, mas encarar os fracassos de maneira positiva mantêm a força e motivação para seguir em frente. “se a peteca cair pegue-a do chão e continue jogando”.
  1. Comemore cada conquista – Na busca constante por atingir determinados objetivos, muitas vezes, deixamos de lado a comemoração de cada simples conquista. Psicologicamente, celebrar cada passo do caminho nos mostra que estamos no caminho certo. E isso nos motiva cada vez mais.

Enquanto lia os citados estudos, sobre os quais comentei, me peguei pensando: “mas não seriam simples estas sugestões?” ou “seriam necessários várias estudos para chegar a tais conclusões?”.

Ao buscar respostas encontrei inúmeros exemplos de pessoas com as quais convivo e que comprovam o impacto do positivismo na automotivação.

Ao refletir mais profundamente, decidi olhar para a minha história de vida desde a época de universidade, quando tudo era movido por sonhos e objetivos.

Engraçado identificar como o fato de ter foco me ajudou a trilhar o meu caminho e quanta faltou me fez celebrar as pequenas conquistas e, melhor ainda, o quanto a paixão pelo que faço me contagia a continuar jogando, mesmo quando deixo cair a peteca.

 

Até a próxima.

marca

Especialista em LinkedIn 
Ajudo a criar perfil de destaque no LinkedIn
Fone: 55 11 98111.0836
Skype: lucianeborges2

Linkedin | YouTube | Twitter |Blog

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here