A Imaginação do Medo

0
127

O medo acontece diante de FATOS, quando há risco eminente e há a necessidade de buscar salvação. O medo nos manteve vivos e nos ajudou a chegar até aqui. Desde a pré-história, conseguimos sobreviver por termos medo, época em que havia perigo eminente. O filme Croods faz uma apresentação divertida sobre medo.

Cena do filme: Croods (2014)
Cena do filme: Croods (2014)

Sempre que informamos ao cérebro que há um perigo o mecanismo de luta e fuga é acionado. Há um deslocamento de sangue para as extremidades. Há um aumento do batimento cardíaco e um aumento da respiração. O corpo se prepara para fugir, combater ou proteger-se.

Reflexão sobre o medo

O medo não é real, o único lugar onde o medo pode existir é em nossos pensamentos sobre o futuro. Ele é um produto de nossa imaginação, que nos faz ter medo de coisas que não existem no presente e talvez nunca venham a existir. O perigo existe, mas o medo é uma escolha”. After Earth

O personagem de Will Smith, em DEPOIS DA TERRA (After Earth), filme de 2013, no papel de capitão da nave, tinha em parte razão sobre seus conselhos para o filho. O medo noérgico é produto da nossa imaginação.

 

Cena do filme: After Earth (2013)
Cena do filme: After Earth (2013)

Medo eletromagnético

Sempre que fizermos referência ao Medo acionado por um FATO chamaremos de Medo Eletromagnético. Exemplo de medo eletromagnético: uma cobra peçonhenta está próxima a você e preparando-se para atacar. A presença da cobra peçonhenta é FATO. Há um elemento eletromagnético, real. Esse fato coloca a vida em risco e necessita dos recursos neurais para a sobrevivência.

O medo pode ser, numa perspectiva fisiológica, a preparação do organismo a agir rapidamente a uma situação de perigo, ativado como um mecanismo de sobrevivência, podendo estar associado a outras emoções como a angústia, a ansiedade, evoluindo para situações de terror, pavor e fobias”  [1]

Medo noérgico

Até aqui nada de novo, exceto o termo Medo Eletromagnético. O medo é necessário e não deve ser modificado. O trecho citado do filme DEPOIS DA TERRA refere-se ao medo como um produto de nossa imaginação. Vamos repensar. O medo como produto da imaginação é CRENÇA. Sempre que o Medo for motivado por uma crença chamaremos de Medo Noérgico.

Exemplo de medo Noérgico: Uma cliente me procurou por ter medo de falar em publico. Ele, diretor uma multinacional, viajava o mundo fazendo palestras, mas ele passava mal sempre que voltava ao hotel após cumprir a penosa missão. O esforço era gigante para enfrentar a plateia que lhe causava medo. Ele concluía a difícil tarefa e voltava rapidamente ao Brasil sem aproveitar as belezas do país visitado.  Na reeducação mental ela percebeu que não era medo. Ele tinha medo noérgico, ou seja, acreditava que não tinha capacidade de responder aos questionamentos que poderiam surgir ao termino das palestras. Lendo agora parece um absurdo. Ele diretor de multinacional e palestrante conhecido com medo da plateia? Pense se você conhece alguém que apesar de ser excelente profissional tem medo noérgico de falar em público? A crença que na sua incompetência para responder aos possíveis questionamentos era assustador. Lógico que se chegou ao cargo de presidente de uma multinacional não foi por incompetência!!! Mas isso parece mentira para quem alimenta o medo noérgico.

As crenças quando exercitadas adquirem uma cara de verdade e não permitem a mudança de percepção. Medo Noérgico é um exercício de imaginação. Uma percepção muito bem exercitada que se assemelha a um fato acionando o mecanismo de defesa.

Como o cérebro reage aos medos eletromagnéticos e noérgico

O Medo Noérgico é entendido pelo cérebro como uma realidade. Não há discernimento entre mundo noérgico e mundo eletromagnético para o cérebro .

A crença, diferente do medo, pode ser modificada. São as crenças percebidas como medo que causam sofrimento e limitações ao ser humano. O mecanismo fisiológico acionado é o mesmo do medo eletromagnético. Esse é o pulo do gato! A reeducação mental treina a mudança de comportamento. Toda crença pode ser modificada gerando dúvidas dentro dela. Neste caso é necessária que se faça a depuração semântica dando novo entendimento a crença permitindo gerar dúvidas para que seja modificada.

Imagine uma pessoa que afirma: Tenho medo de elevador. A dificuldade de encontrar solução para o cérebro está na semântica. A pessoa faz uma referencia ao medo eletromagnético e o cérebro entende que ela precisa ser retirada imediatamente do ambiente como se a vida dela estivesse em risco.

 medo-1

 

É um comando reto. Não há dúvidas. A lógica, liberar os neurotransmissores próprios do medo.

Mudando a crença do medo

Vamos lá! O elevador não oferece risco. Ele não sai atacando pessoas. Agora, quando corrigimos a semântica e treinamos a mudança praticando Alfanoergia esse cenário se modifica naturalmente.

Quando mudamos a semântica, damos ao cérebro um novo recurso e a possibilidade de criar soluções para nos ajudar. Outro recurso que precisa ser acrescentado são os exercícios de imaginação para modificar as criações noérgicas.

Normalmente a pessoa diz: Eu sei que o elevador não vai cair, mas eu tenho medo! O que precisa ser entendido que o cérebro não tem como mudar um sentimento. O cérebro pode mudar imagens. E preciso perceber qual imagem o cérebro criou para a crença e então modifica-la.

Muito bem. Para modificar uma crença é preciso gerar dúvidas, identificar a imagem, criar uma nova percepção e treinar a mudança.

duvida


Como o medo noérgico afeta atletas de alto rendimento

Shannon Miller, ex-ginasta artística norte-americana radicada em Edmond, Oklahoma. Shannon foi uma das ginastas mais bem sucedidas da história dos Estados Unidos nesta modalidade. Ela diz que a preparação mental é a chave para o sucesso. O que separa os medalhistas de ouro dos medalhistas de prata é simplesmente o jogo mental. O medo noérgico para os atletas limita o desempenho tirando deles o foco.

Qualquer filme que ocupe o pensamento do atleta, diferente do seu objetivo, como o que a imprensa vai falar, como os outros vão reagir, seus patrocinadores, a família e tudo isso gera um conflito que pode alterar a fisiologia e comprometendo o seu desempenho.

Como o medo noérgico limita os excelentes profissionais

Você conhece alguém que tem muito conhecimento, excelente aluno e no ambiente profissional não consegue mostrar todo o conhecimento? Quando esses profissionais me procuram para a reeducação mental, na grande maioria é por algum medo noérgico. Falar em público, apresentar suas ideias, dirigir, novos desafios e outros tantos. Não são fatos que colocam suas vidas em risco e sim crenças. Crenças que limitam e criam cenários assustadores.

Vamos pensar em um advogado excelente e que precisa participar de uma audiência. Qual a crenças associada? O filme que passa no pensamento é assustador, como se a pessoa estivesse em uma situação de risco, promovendo o deslocamento de sangue para as extremidades, diminuindo o fluxo de sangue no cérebro, dificultando exercício da argumentação. Lembre que o cérebro dá atenção a um evento por vez, logo, se ele está com atenção máxima no “ perigo” não pode executar outra atividade como a de defesa em uma audiência.

A Noergologia com a Noeróbica® Reeducação Mental – apresenta uma metodologia que permite mudar a percepção rapidamente.

 

 [1] Dias, 2007; Ekman, 2004; Freitas-Magalhães, 2007).
Fonte: https://psicologado.com/neuropsicologia/as-bases-biologicas-do-medo-uma-revisao-sistematica-da-literatura © Psicologado.com

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here