Bitcoin – Como funciona na prática.

0
635
Bictoin ATM

Olá amigas, na última edição, expliquei de forma simples o que era Bitcoin.

Agora vamos ver como é que funciona, ou seja, se você quer ter um Bitcoin onde vai comprar, gastar e guardar.

Pois bem, como vocês sabem, Bitcoin é uma moeda virtual, portanto você vai guardar na nuvem.

Para entender melhor, vamos fazer um paralelo entre o mundo real e o mundo virtual. No mundo real você tem um banco, uma conta e o seu dinheiro, e caso queira trocar reais por dólar por exemplo, você tem que usar um câmbio, e no mundo real o Banco Central regula tudo. No mundo virtual, você tem sua wallet e suas moedas virtuais, e caso queira trocar por reais ou dólares, você terá que usar uma “Exchange”ou trader. Note que a figura “Banco” e “Banco Central” foi excluída no mundo virtual.

Para comprar um Bitcoin, você precisa se cadastrar (gratuitamente) em uma Exchange ou trader, a partir de então, ou você compra de alguém que você conhece, dá o dinheiro para a pessoa e a pessoa transfere da carteira virtual dele para a sua, ou funciona igual bolsa de valores, você cadastra sua conta corrente, e faz a ordem de compra, e o valor em reais será debitado da sua conta.

Agora, se você quer pagar uma dívida, comprar algo ou fazer uma doação, e se você tem uma Wallet e a pessoa de destino também tem, você simplesmente transfere seu dinheiro para qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo, não paga IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) porque não transaciona no mundo real, portanto não regulado pelo Banco Central. A ideia das Criptomoedas é que o dinheiro é meu e não do banco ou do meu país, e eu posso gastá-lo onde e quando eu quiser em qualquer lugar do mundo, sem pagar pelo serviço. Mas, se eu tenho uma moeda criptografada e preciso de reais, eu preciso utilizar uma “Exchange” para fazer o câmbio desta moeda na cotação do dia.

Existem dezenas de “Exchange (como se fosse uma casa de câmbio) que você pode guardar ou transacionar Bitcoins. Basta pesquisar na internet e escolher, mas faça uma boa pesquisa sobre segurança, facilidade e tarifas. E lembrem-se que cada casa de câmbio tem sua própria cotação, então é bem comum que uma Exchange tenha a cotação do Bitcoin ou outra moeda criptografada bem diferente de outras.

Vamos dar exemplos: Se eu tenho Bitcoin e estou precisando de reais, funciona igualzinho na bolsa de valores. Eu dou oferta de venda, alguém compra e o valor será creditado na minha conta bancária cadastrada (pode ser Bradesco, Itaú, etc.). Fazendo isso, eu pago IOF e a taxa de corretagem da “Exchange” e claro… os bancos também estão cobrando taxa só para receber ou mandar transações que envolvam Criptomoedas. Agora, se eu tenho Bitcoins e quero fazer compras no shopping ou no supermercado, já existem hoje alguns cartões pré-pagos na bandeira Visa e Master que aceitam créditos em Bitcoins, ou seja, eu credito 1 Bitcoin no meu cartão pré-pago, ele converte (usa uma “Exchange”) para reais, e posso utiliza-lo normalmente pagando em reais, neste caso também você vai pagar IOF e tarifas do cartão de crédito na recarga. As ATM´s (Automatic Teller Machine), vulgo caixas eletrônicas, estão vindo a todo vapor e eu aposto que a curto prazo teremos disponíveis algumas em shopping e aeroportos. Neste caso, você pode usar o QRcode do seu celular (com o aplicativo da sua “Exchange” baixado no celular, é claro), e resgata seus Bitcoins em reais, mais uma vez não se esqueça que vai pagar IOF e provavelmente taxa para resgate.

O lado bom da coisa é que se você tem Bitcoins e está indo para a Europa por exemplo, não precisa mais comprar euro aqui no Brasil, basta levar seu celular, e ao chegar lá, procure uma ATM que fará leitura do QRcode no seu celular e você pode sacar Euros lá, fazendo o câmbio do pais onde você está (neste caso, você não transacionou via Banco Central, e não vai pagar IOF). O comércio na Europa também já está bem difundido em aceitar Bitcoin no varejo, ou seja, na França você pode tomar um chá com croissant e pagar em Bitcoin via QRcode do seu celular. Mas antes de sair viajando para qualquer lugar, procure saber se o país de destino tem isso facilmente.

Pronto, agora já sabemos que as Criptomoedas já estão bem difundidas ao redor do mundo, e que este novo modelo econômico já existe e está em fase de expansão. E, como toda mudança…

OU VOCÊ SE ENTREGA ÀS AMEAÇAS OU SE JOGA ÀS OPORTUNIDADES.

Próxima edição estarei falando sobre como podemos ganhar dinheiro, e muito. Vou contar experiências pessoais (ou não) que mudaram vidas e pode mudar a sua, te dando autonomia financeira trabalhando em casa.

Um abraço e até a próxima edição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here