Cães com medo de fogos de artifícios nas festas de Natal e Réveillon

0
56
Imagem: Scarsdale Vets LLP trading as Scarsdale Veterinary Group

Chegou a época das festas e confraternizações de final de ano. Champanhe, comida, diversão e um dos maiores inimigos dos pets: os fogos de artifícios.

A audição aguçada e o barulho intenso, causa muito incomodo nos bichinhos e isso pode gerar sérias consequências em animais que possuem medo extremo dos foguetes.

Alguns cães ficam tão assustados que tentam fugir e podem acabar presos em cercas e portões e terem sérios ferimentos. Além disso, podem se perder ou morrer atropelado.

Outros cães chegam a enfartar com tamanho desespero ou entram em estado de choque.

Os sinais que o cão está desconfortável com os barulhos são bem claros: tremores, agitação excessiva, chorar, latir, tentar fugir ou se esconder.

Em casos assim, o melhor a se fazer, é alguns meses antes, contratar um especialista em comportamento animal, para que o cãozinho não sofra com os barulhos em épocas festivas.

Jamais deixe seu animal sozinho em casa sabendo que ele tem medo. Caso não dê tempo de contratar um especialista em comportamento animal, encontre um local fechado e seguro para o cão.

Feche portas, janelas e cortinas para que isolar o som. Ligue a televisão ou o rádio e ofereça ao cão brinquedos para que ele se distraia.

Uma excelente opção são os brinquedos que podem ser recheados com comidas ou ossos defumados.

Não é recomendado deixar o cão com coleira, nem próximo à objetos pontiagudos ou com acesso às piscinas.

Pequenos pedaços de algodão no ouvido, também podem ajudar a diminuir o incomodo.

Tenha sempre um contato de emergência de algum veterinário que estará de plantão na virada do ano ou de algum hospital veterinário 24 horas que manterá as portas abertas no réveillon.

Em qualquer dúvida, ou emergência, consulte um veterinário imediatamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here