Como controlar as emoções.

0
106

Controlar as emoções, esse não é o forte da Tinker Bell.

No filme Tinker Bell e o Tesouro Perdido ela tem várias cenas em que perde o controle das emoções rapidamente e esses acessos de fúria causaram a ela cenas desconfortáveis. Nós reagimos de maneira semelhante no nosso dia a dia e nem sempre é possível desculpar-se tanto no ambiente pessoal como profissional.

Estas situações são desagradáveis e podem trazer prejuízos leves e em outras ocasiões graves em relação a outras pessoas, no entanto, a gravidade maior está em como nós reagimos a essas emoções. O que faz diferença para a saúde é como você se comporta nos momentos seguintes. No exemplo a Tinker fica muito irritada facilmente e explode com os outros. Essa reação não causa muitos problemas ao organismo.

Então a pergunta é qual o problema para o organismo quando perdemos o controle das emoções?

Resposta é quase nada. Rapidamente o corpo recolhe os neurotransmissores liberados e voltamos ao estado de equilíbrio ou homeostasia. Então onde está o problema? Imagino que você está se perguntando.

Observe, o que faz diferença para a saúde é como você se comporta nos momentos seguintes.

É preciso entender que para nosso cérebro toda vez que visitamos uma cena vivida ou criada ele entende que está acontecendo tudo novamente e libera no corpo as mesmas substâncias do primeiro evento. Então, como um disco furado a cena é apresentada ao cérebro e este não consegue discernir se é um evento novo ou o mesmo. Ele libera os neurotransmissores com a mesma intensidade. É com esse processo que devemos nos preocupar. Principalmente se as cenas forem relacionadas a situações de estresse.

A liberação constante de cortisol e outros transmissores causa graves danos ao organismo como a Síndrome de Cushing¹ e apresentam os possíveis sintomas:
  • Dores (especialmente nas costas e de cabeça)
  • Aumento da susceptibilidade a infecções
  • Enfraquecer a eficácia do sistema imunológico
  • Pelos faciais em mulheres
  • Estrias, principalmente nas regiões do abdômen, coxas, seios e braços
  • Alterações mentais, tais como depressão, ansiedade ou alterações de comportamento
  • Aumento da sede e micção
  • Acúmulo de gordura no tronco, mas a perda de gordura nos braços, pernas e nádegas (obesidade central)
  • Pele fina e com propensão a hematomas
  • Acne
São estes alguns dos sintomas causados por excesso de cortisol.

Este quadro é desagradável para a vida pessoal bem como a vida empresarial. Imagine a pessoa que não passa por treinamento para aprender a controlar a atividade cerebral, seu corpo está constantemente liberando entre outros neurotransmissores o Cortisol que pode afetar a vida pessoal, afastar temporariamente ou definitivamente do trabalho.

Controlar as emoções é possível, mas exige dedicação. Como um treinamento é necessário praticar os exercícios diariamente.

Você pode ler sobre o treinamento em: Por Que é Tão Difícil Manter a Atenção Durante a Leitura, Estudo ou no Trabalho?

Tinker Bell – Disney

Filme: Trailer Tinker Bell e o Tesouro Perdido

Referências:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here