Dia da Manicure, 14 de junho.

0
1253
Manicure

A manicure é a profissional que cuida da estética das mãos. Uma boa manicure precisa ter qualidades como: paciência, visão espacial, simpatia, senso estético, agilidade, excelente coordenação motora e interesse por moda. Afinal muitas clientes procuram uma manicure para desabafar sobre seus problemas pessoais e para conhecerem as novas cores da moda.

A palavra manicure tem origem no Latim, pois vem da união da palavra “manus” que significa mãos e “cure” que quer dizer cuidado.

Esta profissão vem desde o Antigo Egito. Pois arqueólogos encontraram pinturas e materiais que comprovam isto. Naquele tempo as manicures tinham uma solução parecida com a do esmalte atual e lixas para arrumarem as unhas. Os faraós possuíam suas manicures particulares. Lá a maneira com que as unhas, das pessoas, eram lixadas e tratadas indicavam a sua posição social.

A Lei que apresentou 14 de junho como o Dia da Manicure faz parte do projeto do deputado Sérgio Ricardo. Pois sua mãe sustentou a família com esta profissão.

Manicures inesquecíveis foram retratadas em novelas e poemas. Na novela, chamada Pão Pão Beijo Beijo, existia a elegante manicure Lilica que levava charme por onde andava. Já, na novela Quatro Por Quatro, havia a manicure Vivi, personagem da atriz Letícia Spindler que era muito criativa e sensual. Mas divertidas mesmo eram as manicures da novela Celebridade que eram Darlene Sampaio, protagonizada por Débora Secco, e Jaqueline Joy, representada por Juliana Paes. Pois elas se metiam nas mais fantásticas confusões para ficarem famosas.

Reza a lenda que no começo do século vinte o famoso poeta, Mario de Sá Carneiro, apaixonou-se por uma manicure que foi a musa inspiradora de um de seus mais lindos poemas. Tratou-se de um amor platônico. Pois toda a vez que este poeta entrava em depressão fazia questão de arrumar as unhas com a mesma profissional. Mesmo assim a moça nunca soube do sentimento do escritor por ela. Inspirado por este amor, Mário de Sá Carneiro fez o poema chamado “Manucure”, como são chamadas as manicures em Portugal.

Reza a lenda que a unha chamada de francesinha, com esmalte branco nas pontas do dedo, surgiu na França do século dezoito e foi inventada dentro dos bordéis. Pois as garotas de programa pintavam a ponta das unhas, de branco, para disfarçar a sujeira que reinava na época.

Há um relato afirmando que, no século dezenove, muitas mulheres começaram a ser contratadas nas fábricas da França. Porém este serviço fazia com que elas sujassem muito as mãos. Marie Anne, uma operária, começou a pintar as pontas das unhas com um esmalte branco, para que elas não sujassem tanto, e foi imitada pelas suas colegas. Além disto, ela lixava e tirava as cutículas das unhas de suas amigas nos intervalos. Por isto, ela largou a fábrica e tornou-se uma manicure de sucesso.

Aqui no Paraná há instituições sérias que oferecem o curso de manicure, como SENAC e SESC.

Devemos lembrar que as mãos é um cartão de apresentação para qualquer empreendedora. Por isto ela deve estar com as unhas impecáveis sempre. Próximo a 14 de junho, Dia da Manicure, a comerciante precisa estimular as suas clientes a comprarem presentes para suas manicures. Afinal elas são profissionais da beleza que cuidam da autoestima das mulheres e merecem ganhar agrados nesta data.

Conheçam os tipos de manicures:

  • Manicure cirúrgica: usa o alicate com maestria e por isto nunca arranca bife de ninguém.
  • Manicure conto-de-fada: gosta de apresentar esmaltes com nomes de fábulas como: Marshmallow de Alfazema, Beijo Roubado, Azulcrination, Doce Oceano, Manjar de Tapioca, Terra à Vista, etc.
  • Manicure zen: Em seu canto, no salão de beleza, sempre há um incenso aceso. Além de tratar das mãos, ela também faz massagens nas costas e nos pés da cliente. Sem falar que sempre ela está pronta para escutar os problemas pessoais das freguesas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here