Dia da Vovó, 26 de julho – Avó é mãe duas vezes e repleta de açúcar.

1
425
Dia da vovó e vovô

Avó é mãe duas vezes e repleta de açúcar, por isto merece o respeito dos netos e da sociedade em geral. Afinal uma vovó sempre guarda segredos de muitas gerações.
Em Portugal e na América Latina o Dia das Avós é comemorado em 26 de julho por ser Dia de Santa Ana, avó de Jesus, canonizada pelo Papa Gregório VIII em 1584. Mas o Dia de Santa Ana só foi decretado oficialmente, séculos depois, pelo Papa Paulo VI.
Reza a lenda que, no século I Antes de Cristo, Ana e Joaquim, acreditavam e louvavam a Deus. Porém Ana sonhava em ter um filho. Mas, por causa dos seus problemas de saúde e da idade avançada, não conseguia engravidar. Uma vez, ela orou para que Deus lhe desse um bebê. Alguns dias depois um anjo apareceu, para esta senhora, e disse que ela estava grávida porque o criador escutou as suas preces. Nove meses depois, ela deu a luz a uma criança que batizou de Maria. Por causa disto Santa Ana é padroeira das mulheres que desejam engravidar e das avós. Dizem que quando uma avó deseja que seu neto saia do vício das drogas e do mundo do crime basta ela orar para Santa Ana que terá seu pedido atendido.
As avós tem importância crucial na educação dos netos. Pois são com estas senhoras que eles praticam o respeito e a compaixão com os mais velhos. Assim eles aprendem que entrar em conflito com idosos é algo deselegante e desnecessário. Isto gera adultos sem preconceitos.
Hoje as avós são vistas, pela sociedade, como parceiras da criação das crianças. Pois estas anciãs não são mais vistas como as velhinhas alienadas que ficam fazendo tricô no sofá. Isto é bom sinal, pois reintegra as pessoas da terceira idade a um convívio social e econômico mais saudável. Afinal a figura da idosa mal vestida, que não faz compras e que apenas fica encostada está sendo deixada de lado. Tanto que pesquisas apontam que anciãs são as maiores consumidoras de roupas e viagens nestes últimos anos.
Infelizmente, apesar deste avanço todo, ainda existem velhinhas que são abandonadas pelos seus filhos e netos em asilos. O problema é que algumas delas nem sequer recebem a visita destes parentes.
Este ano passei a visitar um asilo esporadicamente, de forma voluntária, para apresentar minha “performance” gratuita chamada: Lendas, Repentes e Danças. Então ao conversar com as idosas notei que a maioria reclama que os netos não realizam visitas. Com certeza, estes jovens estão perdendo uma experiência espiritual muito importante.

Há diversos tipos de avós que veremos abaixo:

  • Querubim: Ela tem este apelido porque, no fundo, é um verdadeiro anjo. Pois, geralmente, sua filha é mãe solteira e, muitas vezes, deixa o filho para esta avó criar sozinha. Quando sua filha decide morar com ela, logo deixa o neto para esta avó cuidar quando vai trabalhar fora, ou, curtir a balada.
  • Mãe com Açúcar: Há um ditado em Portugal que diz assim: crianças com pais muito rígidos e severos ganham avós com açúcar. Esta avó costuma deixar que os netos façam tudo o que os pais não permitem.
  • Sonho Esquecido, Mas com Amor: Nesta categoria estão as avós que sofrem problemas de saúde e de memória. Por isto se esquecem até dos nomes dos netos. Porém não deixam de ama-los. Estas avós precisam de carinho, atenção e compreensão.
A Empreendedora precisa aproveitar o Dia das Avós para enfeitar o comércio com o tema e vender seus produtos. Ela pode usar as seguintes frases para atrair os clientes:
  • “Avó é mãe duas vezes, por isto compre presentes dobrados para ela aqui.”
  • “26 de julho é Dia da Vovó, presentei esta pessoa especial com produtos desta loja.”

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here