Diminuiu a produtividade da sua empresa?

0
41

A pressa e a urgência podem acabar com seu desempenho e com a sua produtividade.

Da mesma forma que um vírus vai se espalhando para todo mundo no seu ambiente de trabalho, existe um fenômeno que está contaminando as equipes e acabando com a produtividade: a famosa “correria”. E isso está gerando perguntas recorrentes sobre como melhorar o desempenho do time.

Urgência é um termo comum, que na verdade tornou-se oficial e um hábito de todos em solicitar tudo para ontem, causando uma obsessão pela escassez de tempo.

Quando você começa a sentir ansiedade em relação a pressão dos prazos de entrega e percebe que nunca há tempo suficiente para fazer o seu trabalho, você entra em um estado crônico de preocupação e isso acaba se infiltrando também na sua autoestima e no seu senso de realização.

A pressa causa a todos um padrão de comportamento que pode prejudicar sua habilidade de pensar com clareza, de tomar decisões apropriadas e ainda te levar a um síndrome de burnout ou uma queda de produtividade crônica. Tornando complicado melhorar o desempenho individual e do time.

O desejo de apressar as coisas acontece não somente no ambiente corporativo, mas também se espalhou no âmbito pessoal.

A ansiedade que você sente ao passar alguma atividade ou qualquer tipo de serviço a determinada pessoa ou equipe, no momento em que vemos o tempo passando e a entrega ainda por finalizar, nos causa um incômodo físico e mental que tem se provado contagiosa dentro das empresas.

Em segundo lugar, o estresse também é um fator que contribui para problemas de comunicação e queda de produtividade no trabalho. Quanto mais seu time pratica uma urgência de tempo e demandas, piores os sintomas irão ficar.

É fato que muitos já sentiram a perda completa de energia quando está indo de reunião em reunião, respondendo dezenas de e-mails e ainda checando as tarefas que você tem para fazer, ou até mesmo fazer milhares de atividades, e tudo isso ao mesmo tempo.

Sabemos que em algumas organizações nos deparamos com Líderes ou Gestores que pregam a pressa e urgência priorizando de maneira errada prazos de entregas irreais ou sobrecarregam seus colaboradores de trabalho.

E diante deste cenário, os funcionários deixam de ser proativos para serem reativos. E, constantemente, esse tipo de Líder passa a ter um tom insensível e arrogante em reuniões individuais. Esses são os tipos de “Chefes” que dificilmente entendem como melhorar o desempenho da equipe.

E nada disso irá melhorar a produtividade se você não souber quais são as suas premissas e como organiza-las de maneira correta.

Pessoas que vivem na correria e com pressa, normalmente operam com uma visão limitada do processo ou de uma demanda e isso pode gerar atrasos nas entregas, pois o planejamento quase nunca é bem feito.

Mas com um pouco de paciência e organização é possível diminuir está adrenalina, melhorar a produtividade através de ferramentas de Gestão do tempo.

Dicas para definir um ritmo produtivo:

  • Mude hábitos para aumentar a produtividade
  • Organize-se
  • Tenha foco
  • Cuidado com a procrastinação
  • Defina metas
  • Cuide da saúde e alimentação
  • Busque conhecimento

Busque ferramentas que ajudem em sua produção

Alguns detalhes podem acabar fazendo com que você leve mais tempo na produção de uma tarefa do que o necessário. Para evitar isso, utilize ferramentas que o ajudarão a otimizar o seu trabalho e até a automatizar as atividades.
Dessa maneira, terá mais tempo para realizar as tarefas que dependem integralmente de você.

Aposte no Coaching

Quando se trata de mudança de hábitos, o coaching é um dos métodos mais eficientes para desenvolver habilidades. Por meio de técnicas que ajudam no desenvolvimento pessoal e profissional, você pode começar a identificar prioridades e organizar melhor seu tempo para ser mais produtivo no trabalho.

Algumas ferramentas que você irá aprender a manusear e utilizar diariamente com um profissional de Coach são:

  • PDCA
  • TRELLO
  • MATRIZ GUT
  • Getting Things Done (GTD)
  • 5W2H
Acima são apenas 5 das mais 40 ferramentas usadas por empresas de Consultoria e Coach, mas que podem fazer uma mudança considerável no rendimento do trabalho.

Portanto quero saber se gostou desse artigo? Acha que com essas dicas você aprendeu a como melhorar o desempenho da sua equipe e o seu pessoal? Então, não deixe também de acompanhar minhas dicas no site da ABT Consultoria Empresarial.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorQuerida, Senhora ou Doutora? – Eis a questão!
Próximo artigoO que te trouxe até aqui?
Alessandra Batista
Consultora e Especialista em Novos Negócios, Palestrante e Treinadora de equipes. Formada em Administração de Empresas com Ênfase em Comercio Exterior, especialização em Gestão Empresarial pela Fatec-SP. Experiência em Análise Comportamental, Coach de Carreira e Negócios. Possui cursos diversos voltados a Competitividade e Gestão pela Fundação Getúlio Vargas e Escola de Negócios SEBRAE. Após atuar por vários anos em multinacionais liderando processos e equipes no exterior, construiu carreira dentro do SEBRAE SP, desenvolvendo projetos governamentais, melhoria da competitividade e desenvolvimento territorial, voltado ao público empreendedor e as MPE´s. Hoje, assessora profissionais e empresas a construírem e fortalecerem seus negócios por meio de posicionamento estratégico para alcançarem sucesso na carreira profissional ou como Empreendedor. Recentemente agregou outra atividade como “Mentora de Projetos” da Prefeitura de Guarulhos Baseada em conhecimentos de consultoria empresarial, técnicas e ferramentas de Coaching e Análise de Perfil, desenvolve a alta performance em negócios e mentoring.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here