Do que os Homens se Queixam e as Mulheres se Ressentem.

0
113
Discutir Relação

A comparação entre as queixas mais comuns que homens e mulheres fazem aos terapeutas proporciona algum entendimento real do por que os cônjuges se sentem, muitas vezes, tão incompreendidos e, finalmente, alienados um do outro sexualmente.

A queixa mais comum do homem é que sua mulher o critica demais. Ele se sente zangado e ressentido, porque parece nunca ser capaz de agradá-la. Além disso, as críticas dela são dolorosas e não são facilmente descartadas ou esquecidas.

Outra queixa comum de muitos maridos é que suas mulheres não valorizam aquilo que eles realmente fazem no relacionamento. Em vez disso, focalizam constantemente o que não fazem.

Os homens também se queixam de que as mulheres sempre querem discutir, analisar e dissecar o relacionamento. E, nessa dissecação. É o homem que ouve o “sermão” e se transforma no bandido.

Muitos homens querem fazer sexo pela manhã, quando seu nível de testosterona está de 30% a 35% mais alto do que à noite. A maioria das mulheres acha que deve antes terminar as tarefas domésticas para depois poder relaxar e fazer sexo. Portanto, a mulher tem maior probabilidade de querer fazer sexo à noite.

Além disso, muitos homens relatam que se sentem mais próximos de suas parceiras depois do sexo. O ato sexual também é, frequentemente, a maneira do homem se sentir emocionalmente íntimo. As mulheres querem sentir-se emocionalmente próximas antes de fazerem sexo. Conversar e compartilhar são, muitas vezes, a forma da mulher sentir-se emocionalmente íntima.

As necessidades emocionais da maior parte dos homens são constantemente satisfeitas por suas mulheres, porque elas fazem deles o centro das atenções. É raro, portanto, que um homem focalize o casamento e pense a respeito daquilo que precisa ser mudado ou como ele poderia ser melhorado. Por outro lado, as necessidades de intimidade da maioria das mulheres não são satisfeitas por seus parceiros, e como consequência é tipicamente a mulher quem está sempre tentando melhorar e ajustar o casamento.

Para ter uma perspectiva de quanto as mulheres focalizam seus relacionamentos, em comparação com os homens, tudo o que se tem a fazer é comparar o número de revistas femininas que tem artigos sobre “Como Melhorar seu Relacionamento” com o número de revistas masculinas contendo tais artigos.

A queixa mais frequente da mulher é que seu marido não cuida dela emocionalmente. Ela não se sente o centro da atenção dele, ou como uma alta prioridade em sua vida. Ela se queixa de que seu marido não conversa com ela, nem a abraça, nem diz que a ama. Também não a faz se sentir especial. Ele não leva em conta os desejos e necessidades dela antes de tomar a decisão de fazer alguma coisa.

Além disso, a mulher queixa-se de que ela é quem executa a maior parte das tarefas domésticas. E é ela quem proporciona a maior parte dos cuidados emocionais. Por exemplo, se o seu marido chega em casa de mau humor, ela tenta fazê-lo sentir-se melhor. Porém, se ela chega em casa de mau humor, ele provavelmente nem perceberá. E se ela arriscar a contar-lhe a respeito do mau dia que teve, ele provavelmente a dispensará com um rápido comentário do tipo “Você vai ver; no fim tudo vai dar certo”.

As mulheres também se queixam de que seus maridos com frequência não fazem aquilo que disseram que fariam. Em vez disso, eles fazem o que bem entendem.

Outro grande grupo de mulheres queixa-se de que seus maridos são demasiadamente passivos. Embora sejam bons sujeitos, carecem de motivação, não tomam decisões nem assumem responsabilidades no relacionamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here