Humor nosso de cada dia.

0
84

Para mulheres casadas e com filhos, como é complicado você chegar em casa, no final do dia, cansada e ainda ter que dedicar tempo a família.

Pior quando tem que ouvir dos familiares que algo não está bem: a criança com febre, um familiar doente, problemas financeiros e tantas coisas mais.

A vida tem muita dificuldade e tensões que derrubam o seu humor de imediato e te torna impaciente e estressada.

Nosso sonho, depois de um dia cansativo de trabalho, é ter uma recepção da família com abraços e beijos, uma mesa posta e um jantar temático ou preparado a luz de velas e ainda, antes de dormir, uma banheira com sais de banho e uma massagem para tirar toda tensão deste dia que foi longo e cheio de desafios. Mas isto dificilmente acontece.

Nossa chegada ao lar é um momento de alegria principalmente para as crianças que querem compartilhar todas as coisas boas e ruins do dia. É um momento de o esposo expor as dificuldades e decepções do trabalho, mas muitas vezes não estamos em condições para servi-los ou atendê-los.

Nesta hora é importante não potencializar o cansaço, dificuldades e decepções pelo mau humor, mas como fazê-lo?

Alguns estudos mostram que os mal-humorados são mais atentos e cautelosos ao tomar decisões, enquanto os alegres são mais criativos e flexíveis.

Se pensamos no pior, o mal humor toma conta e pode destruir sua vida e a sua família. Vamos procurar manter o equilíbrio.

Nosso papel como mulher é de ouvir atentamente este esposo, sem dar sua opinião, escutar apenas. Se ele estiver equivocado, respire fundo e seja sua auxiliadora, sem criticá-lo. Para os filhos, podemos mostrar o lado bom de algo que foi colocado sem solução.

No verso Bíblico encontrado no Evangelho de João, capítulo 16, versículo 33, diz: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”.

Em uma linguagem para nós mulheres, podemos dizer: “No mundo temos motivos para chorar, mas tende bom humor.”

Apesar dos problemas, podemos encarar a vida com bom humor, sendo mulheres positivas, podemos transformar o ambiente de nosso lar um lugar de paz, alegria e amor.

O ambiente de seu lar depende de você, mulher.

Vamos vencer o mau humor!

iasd_logo2Mara Silvia Viaro de Lima

Arquiteta e Urbanista
Coordenadora dos Ministério da Mulher da Criança e do Adolescente da Igreja Adventista do Sétimo Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here