Medo de envelhecer?

0
71

Hoje atendi uma menina que tem medo de ficar moça. E eu tenho medo de ficar velha. Somos levados pela correnteza inexorável da vida que segue seu fluxo, serena e independente de nossa vontade.

Tive que abraçá-la e dizer: “Não tenha medo. Ser criança é ótimo, mas ser adulto pode ser melhor ainda!” Já para o meu “eu”, falo: “Você será a senhora absoluta do bem mais precioso que um ser humano pode ter, o seu tempo.”

Por que tememos a passagem, se o lugar para onde vamos ao final é o mesmo de onde viemos? Para que levar esta vida tão a sério se nem sairemos vivos dela? Mocinhos e vilões sempre morrem no fim dessa história. Se a maior alegria para uns é a liberdade de fazer o que se quer, para outros é a possibilidade de fazer o que se gosta, exercer seus dons, fazendo a diferença. Para mim isso é o que se chama trabalho.

Sou otimista, mudo sempre, para que o melhor seja aquilo que estou vivendo hoje. Se fui triste um dia? Ando tão ocupada que até já esqueci, na minha bagagem só há espaço para coisas boas.

Venha o que vier, com fé em Deus e muita esperança, dançando conforme a música e buscando cada um o seu melhor, seguimos nessa estrada, cada um a seu tempo. Apesar das surpresas que a vida nos reserva, viver é uma grande e prazerosa aventura!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDa cerimônia religiosa ao Gran Finale
Próximo artigoMulher e Cinema – Incêndios
Adriana Vidal Schmidt
Médica especialista em Alergia (RQE - 7737), com mestrado pela Universidade Federal do Paraná, Adriana Vidal Schmidt (CRM 12.975 – PR) oferece diversos tratamentos em sua conceituada clínica, em Curitiba, e atua há 25 anos. Busca sempre se atualizar e trazer tratamentos de saúde e beleza, com foco no bem estar global de seus pacientes. É membro da Academia Americana de Alergia, da Academia Europeia de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Alergia. Site: www.adrianaschmidt.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here