Mineração de Bitcoin – Cada vez mais difícil e cada vez mais caro.

0
437
Mineração Bitcoin

Nas edições passadas, expliquei o que era Bitcoin e criptomoedas, como se transaciona e como se ganha dinheiro. Agora separei uma pagina inteira pra explicar o que é mineração. Como o assunto é bem técnico não vou entrar em detalhes, caso contrário seria assunto para um livro inteiro.

A principal pergunta é: se o Bitcoin é descentralizado, se não há um governo regendo ou nenhum banco garantindo, quem gera e como são gerados novos Bitcoins?

Imagine um cubo mágico cada transação feita em Bitcoin, gera uma informação que equivale a um quadradinho colorido do cubo mágico. A cada 10 minutos este bloco é travado, e alguém precisa validar todas as informações contidas nele. Estes validadores são chamados de mineradores. São computadores com altíssimo poder de processamento ligados a rede blockchain que ficam competindo para ver quem vai descobrir o bloco e validá-lo. Toda esta competição se dá na forma de resolução de problemas matemáticos, onde a pessoa ou empresa que tem maior poder de processamento tem mais chance de conseguir decifrar. Ao decifrar e validar recebe como recompensa novos Bitcoins recém-criados.

À medida que o volume de transação aumenta, mais difícil fica desvendar a formula matemática e menos Bitcoins se recebe por recompensa. Até 2012, cada bloco gerava 50 Bitcoins, até 2016 a recompensa era de 25 Bitcoins, hoje a recompensa é de 12,5. A cada quatro anos a recompensa cai pela metade e a disputa fica mais acirrada, exigindo cada vez mais estrutura de processamento, investimentos mais caros e consequentemente menos gente disputando a mineração.

Hoje, o investimento para você criar uma “fazenda de mineração” é altíssimo. E o consumo de energia elétrica é descomunal. Os maiores mineradores estão em países onde o consumo de energia é barato.

Então é comum o uso compartilhado da tecnologia onde você “empresta o processamento do seu computador”, para mineradores utilizarem e eles te recompensam com frações de Bitcoin, ou existem empresas que trabalham em formato de marketing multinível onde você faz um aporte de capital e é recompensado também com fração de Bitcoins.

Agora, vamos fazer uma analogia com a mineração do ouro. Por que o ouro vale tanto?
  1. porque é raro
  2. tem um custo alto para descobrir onde há ouro e depois para minera-lo
  3. são duradouros (não estraga)
  4. lei da oferta e procura.

A blockchain foi construída para manter o Bitcoin como algo raro. O número de Bitcoin é crescente de acordo com o numero de transações, e é limitado (até 21 milhões – hoje estamos na faixa de 18 milhões). A Mineração de Bitcoin é cada vez mais difícil e cada vez mais caro. O Bitcoin é uma moeda que também não estraga, não há corrosão, ninguém consegue molhar, derreter, rasgar. E por ultimo, a procura desta moeda está cada vez mais alta.

Lembrando que a blockchain é uma tecnologia opensource, e foi tão bem pensada, construída e desenvolvida que bancos e empresas do mundo inteiro estão copiando. Incluindo grandes bancos brasileiros, cartórios e multinacionais. E é por este e outros motivos que eu (e diversos mestres da área da economista, TI, e administradores) aposto que as criptomoedas são o futuro da economia mundial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here