Moda do Vestuário e Espiritualidade

3
160

A moda sempre teve uma relação com o ocultismo. Hoje este detalhe está abafado. Mas, nos anos anteriores, cada peça tinha um significado místico: das saias até os panos menstruais. A relação entre as peças do vestuário e Magia foi estudada por magos como Hermes Trimegisto e Eliphas Levi. Abaixo veremos alguns detalhes disto:

Saia comprida, rodada até o tornozelo: Desde antes de Cristo, esta peça significa ligação da mulher com a energia da terra. Se a saia tiver babados embaixo significa semeadura. Pois em certos rituais, as mulheres balançavam estes babados para pedir uma boa colheita. Quando a saia comprida era rodada, as moças vestiam esta peça e giravam nos rituais agradecendo pelo círculo da vida.

Blusa com manga estilo boca de sino: Esta peça foi muito utilizada na Idade Média, pois os braços das mulheres eram vistos como sinos de igreja, que chamavam as pessoas para um abrigo espiritual. Mas, também, estes tipos de mangas eram utilizados para as mulheres esconderem armas dentro delas. Pois, naquela época, as vilas eram invadidas por saqueadores.

Blusa com Manga Estilo Princesa: Os místicos diziam que usar esta peça diminua o peso dos problemas emocionais que as mulheres carregavam nos ombros.

Espartilho inteiro: Além de manter a mulher elegante, o espartilho inteiro era utilizado, na Magia, para proteger o peito e o coração da mulher de ataques de demônios e espíritos maus.

Espartilho estilo cinturão: Esta peça era muito utilizada nos dias frios e, principalmente, quando a mulher estava menstruada. Pois ajudava aquecer os ovários e diminuir as cólicas. Quando a moça estava menstruada era comum ela colocar um liquido semelhante ao álcool, num paninho e prender com o espartilho estilo cinturão. Este ritual, também, tinha como objetivo diminuir as cólicas.

Guirlanda de Flores na Cabeça: Esta peça era utilizada antigamente, nos países politeístas, como reverência à deusa da Primavera, e, também para evitar que as mulheres tivessem pensamentos de violência e brutalidade. Pois acreditavam que através desta guirlanda, as mulheres permaneceriam dóceis.

Lenço Quadrado: Esta peça significa a união harmoniosa da mulher com os quatro elementos: terra, ar, fogo e água. Por isto ele é quadrado.

Na Idade Antiga quando uma mulher não conseguia engravidar ela pedia um filho para a deusa da fertilidade. Mas assim que ficasse grávida, ela teria que ofertar um lenço quadrado nos pés da estátua da deusa.

Já na Idade Média, com a expansão do Catolicismo, as deusas foram trocadas por santas. Então quando uma moça queria engravidar fazia promessa à santa de sua preferência. Assim que ficasse gestante, oferecia o lenço para a santa.

Lenço no Cabelo: No Oriente, até hoje, o lenço no cabelo das mulheres significa humildade e discrição. Lá as mulheres devem usar lenço depois que tem a primeira menarca.

No Ocidente, na Idade Antiga, só as mulheres casadas deveriam usar o lenço na cabeça, pois ele era um tipo de aliança.

Avental Triangular: Esta peça era utilizada, em muitas civilizações antigas, para proteger as mulheres de ataques espirituais de sedutores.

Capa com Capuz de Cor Escura: Antigamente, era comum usar capa com capuz no frio. Esta peça significava proteção contra espíritos maus e demônios. Já, o capuz em si significava humildade.

A religião Wicca usa esta veste em seus rituais até hoje.

Paninhos Menstruais: Na Idade Antiga não existiam absorventes higiênicos, mas havia os paninhos menstruais. Após receber sangue, o pano era colocado num balde de molho. Depois esta água era jogada na terra para se evaporar até a Lua. Pois as pessoas acreditavam que o satélite natural influenciava na menstruação e este ritual era uma forma de evitar problemas na bexiga e complicações urinárias.  Pois a Lua era vista como uma deusa mágica. Segundo os místicos a menstruação seguia as faces da Lua de 28 em 28 dias.

Imagem de destaque

Saia Comprida Com Colete de Borboletas PintadasOs antigos celtas costumavam fazer danças no festival de Beltane, onde havia homenagens à deusa da primavera e da boa colheita. Assim uma donzela da aldeia dançava com um cesto de flores. A roupa da bailarina era constituída de uma saia comprida rodada com bordados de estampas de flores; colete pintado ou bordado com motivos primaveris; anágua branca e guirlanda colorida de flores na cabeça.

 

Estas são algumas peças do vestuário que possuem significados espirituais e algumas são utilizadas até hoje, porém com outros propósitos.

 

Luciana do Rocio Mallon

3 COMENTÁRIOS

  1. Bem esclarecedor e com muitas informações que relacionam coisas que parecem que não teriam nada a ver uma com a outra: espiritualidade e vestuário refletindo na moda em épocas passadas. Parabéns!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here