Mulher e Cinema – O Padrão de Beleza Ideal

0
229

Seja nas capas de revistas, nas passarelas ou até mesmo no cinema, a magreza é o paradigma de beleza da mulher. A indústria do entretenimento criou uma geração de homens e mulheres que fazem de tudo para ter o tal “corpo perfeito”.

Em meio a campanhas para conscientização de distúrbios alimentares e psicológicos, há também a propagação de imagens  de artistas com o mínimo de gordura corporal.

No cinema as atrizes de Hollywood sofrem pressão nesse sentido.

A atriz Jennifer Lawrence criticou a indústria do cinema por conta da “ditadura da magreza” durante uma entrevista para promover o filme Jogos Vorazes: A Esperança–O Final, na Comic-Com de San Diego, nos Estados Unidos.

Jennifer Lawrence

A atriz Jennifer Lawrence  – quando estava iniciando sua carreira em 2013 – disse que foi chamada de gorda e que seria demitida se não perdesse peso. Ela criticou a indústria do cinema por conta da “ditadura da magreza” durante uma entrevista para promover o filme Jogos Vorazes: A Esperança–O Final, na Comic-Com de San Diego, nos Estados Unidos.

Conhecida pela defesa dos direitos das mulheres, Emma Thompson se manifestou mais uma vez a respeito das pressões impostas às atrizes em Hollywood.

Emma Thompson

Em entrevista ao programa sueco Skavlan, ela revelou um caso em que brigou com produtores: – Eu trabalhei com uma atriz incrível em Brideshead Revisited (2008), e os produtores disseram a ela: “ Você pode perder uns quilos?”

Eu respondi para eles: – “Se você falar com ela sobre isso de novo, em qualquer circunstância, eu saio do filme. Você nunca deve fazer isso “. Thompson não revelou a atriz em questão.

Tara Reid

A atriz Tara Reid, de 38 anos, que ficou famosa por sua participação na franquia “American Pie”, já foi até apontada como anoréxica, principalmente, depois de ter sido flagrada numa praia de Miami, nos EUA. Além da magreza, a barriga flácida da moça chamou a atenção dos fãs.

Demi Moore

 Demi Moore tem aparecido cada vez mais magra desde o fim do casamento com o ator Ashton Kutcher, em 2012. Demi se internou em uma clínica de reabilitação logo depois de inalar óxido nitroso. Ela foi tratada por abuso de substâncias e problemas de anorexia.

Magras e muitas vezes magérrimas, muitas mulheres vivem uma neurose para se manterem “de acordo” com o que a mídia e a sociedade estabelece.

Seja por distúrbio alimentar, depressão ou simplesmente para alcançar a “beleza ideal”, algumas atrizes estão cada vez mais magras. Ficar dias sem comer praticamente nada, ingerir remédios sem nenhum acompanhamento médico, cirurgias estéticas sem controle – entre muitos outros – são artifícios usados para tentar alcançar o “corpo perfeito”. E nessa busca, mulheres sofrem, ficam doentes e até mesmo acabam morrendo.

Muito magra, muito gorda, nada é o suficiente para as pessoas. E não tem que ser assim. Ninguém tem nada a ver com a vida de ninguém. Se nos sentimos bem do jeito que somos, isso é o que importa. A felicidade não depende do nosso peso, depende de nós mesmas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here