Mulheres e motociclismo

5
136

O motociclismo entre as mulheres aumentou muito em relação aos últimos dez anos. Antigamente pouco se via mulheres pilotando motos, ou até mesmo em garupas; o mundo das duas rodas era dominado pelos homens. Naquela época mulheres que pilotavam eram rapidamente percebidas no trânsito, e as pessoas sempre olhavam com admiração ou até mesmo com preconceito. Entretanto, hoje podemos afirmar que os tempos mudaram, e nós mulheres deixamos de ser simplesmente as acompanhantes, assumindo o controle das motocicletas. Hoje 26% dos motociclistas são mulheres e esse número não para de crescer. Cada vez mais aumenta o número de mulheres pilotando. Isso mostra que as mulheres vêm conquistando seu espaço.

Uma pesquisa recentemente foi realizada com mulheres motociclistas, e mais da metade das entrevistadas citaram que, a experiência de pilotar uma moto as faz sentir mais livres e independentes, e acreditam que suas vidas mudaram desde que começaram a andar de moto.

Meu fascínio pelas motos começou quando eu ainda era criança. Assim que alcancei a maioridade comprei minha primeira moto. Na época optei por uma moto pequena para ir me adaptando, era uma 125cc, e nos finais de semana passava o dia andando de moto pelas ruas do bairro. Quando pilotei a moto pela primeira vez na estrada me senti realizada; lembrei de quando era criança e que ficava observando as motos na estrada, estar ali era a realização de um sonho de criança, a sensação de liberdade ao pilotar uma moto não tem palavras que descreva.

motociclismo
Conciliando família e lazer.

Hoje, aos 36 anos, casada, dois filhos: Iago, 10 anos, apaixonado por carros antigos e Igor, 8 anos, apaixonado por motos, formada em contabilidade, atuando na área financeira de uma empresa de Transporte de Executivos e com Salão de Beleza, tento conciliar minha casa, trabalho, carreira, estabilidade financeira, família, amigos, sem deixar de lado minha paixão pelas duas rodas.

Motoclube ou Motogrupo

Participo de um MotoGrupo chamado Brotherhood Angels, que tem por objetivo a irmandade, e a cada dia nosso grupo vem crescendo. A maioria são casais, mulheres que compartilham com seus companheiros essa paixão, sejam como piloto ou garupatroas, (como os homens dizem), de todas as idades, que também possui filhos, profissão, mas que deixaram sua zona de conforto para viver a vida da melhor maneira, e que encontraram no motociclismo uma forma de viver com qualidade.

Algumas delas estão deixando a garupa para pilotar sua própria moto. No motociclismo não importa ser homem ou mulher, jovem ou idoso, rico ou pobre, moto grande ou pequena, por isso temos a Caveira como símbolo, somos todos iguais por debaixo da pele, e o importante é compartilhar os bons momentos que a moto nos proporciona. Em nossas viagens sempre há um carro de apoio que leva nossos filhos, ou até mesmo para um socorro, mesmo que seja de saúde ou mecânico, e assim podemos passar o dia com a família, envolvendo nossos filhos e lhes mostrando esse mundo que tanto amamos.

motociclismo2

Sandra é uma amiga e parceira do grupo, garupa e piloto. Ela diz que não é difícil conciliar a vida profissional com a família; como um hobby entre mil e outros afazeres, ela sempre dribla os obstáculos. Por isso ela sempre está buscando novos desafios e prazeres, e o hobby de andar de moto é mais um que veio para ficar. Ela confessa que fazer parte de um motoclube não estava em seus planos, e sim do marido dela, porém, foi uma experiência tão positiva que ela se questionou sobre o porquê disso não ater acontecido antes. Andar de moto, para ela, não é só a sensação de liberdade, mas também interagir, fazer novos amigos; diz perceber a mudança na vida dela gradativamente a cada passeio, onde ela interage cada vez mais com as pessoas, tendo novas experiências, criando um laço de amizade e fazendo seu dia mais feliz.

motociclismo3

motociclismo04

Escolher o motociclismo como opção de vida faz com que vivenciamos experiências incríveis, o espírito de irmandade, conhecer lugares e culturas diferentes, cada maravilha da natureza, a sensação de liberdade, estar com amigos, conhecer pessoas diferentes, isso faz toda a diferença nos tempos de hoje, em que vivemos uma rotina repleta de problemas para resolver.

Escolher um Hobby

Uma pessoa pode se tornar melhor a cada dia, ou optar por continuar sempre na mesma rotina. Seja como for, considero importante ir atrás de novas atividades, algo para fazer além do trabalho, sair da zona de conforto, descobrir o que te atrai e com o que se identifica, e principalmente: não deixar o tempo passar em branco.

motociclismo05 motociclismo06

 

motociclismo07
Vanessa de Assis Morales

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here