Mulheres na eleição 2016

0
66

Não pense que a participação da mulher na política é uma coisa ao acaso, uma questão de bom senso, em que por acaso o mundo se volta com o olhar para esse grupo.

A resposta da ‘boa’ participação das mulheres na eleição municipal desse ano é que desde 2009, por uma minirreforma da Lei das eleições, é obrigatório o preenchimento de gênero nas eleições, no caso é dado por no mínimo 30% de mulheres e consequentemente 70% de homens.

Por exemplo, se o partido tiver 20 candidatos a Vereador, seis deverão ser mulheres e 14 homens. Agora, se tem três mulheres automaticamente, o número de homens deverá ser de sete.

Neste ano, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, os candidatos do sexo feminino eram de 155.587, contra 336.819 são homens. As mulheres representaram ao todo 31,60%.

Essa porcentagem é maior ainda se compararmos outros anos:

Fonte: Ministério da Justiça e Cidadania (Política para as mulheres
Fonte: Ministério da Justiça e Cidadania (Política para as mulheres)

 A discussão que quero fomentar, leitoras, é que:

  • Será que haveria uma preocupação de participação feminina caso não houvesse um agente fiscalizador dessa Lei?
  • O número de participação feminina aumentou por acaso?

Afinal, o partido que não cumprir com a legislação a punição é uma cassação determinada pelo tempo de cinco vezes ao da inserção ilícita.

É o que poderia acontecer com o Partido Progressista (PP), caso ele não fosse coligado ao PSDB, PSD e DEM. O PP, nesta eleição, tinha quatro candidatas e 12 candidatos a vereadores, o que aconteceu foi que ‘uma’ de suas candidatas era o ator Thammy Miranda que por meio de uma liminar na justiça conseguiu o registro como homem. O que deixou o partido abaixo da margem da Lei.

Thammy não se elegeu, mas, ficou em segundo lugar de colocação no PP, com 12.408 votos.

Esse caso é um bom exemplo para mostrar que grande parte dos partidos não está interessada em representatividade feminina, e sim apenas de ter um número suficiente de candidaturas de mulher.

Antes da votação das capitais, havia apenas única mulher que estava na frente das porcentagens, hoje, a então prefeita de Boa Vista. Confira abaixo como estava a perspectiva antes das eleições, e compare com os candidatos eleitos na sua capital.

 Aracaju

  • Edvaldo Nogueira (PCdoB) – 36%
  • Valadares Filho (PSB) – 26%
  • João Alves Filho (DEM) – 11%
  • Dr. Emerson (REDE) – 4%
  • Vera Lúcia (PSTU) – 3%
  • João Tarantella (PMN) – 3%
  • Sonia Meire (PSOL) – 2%
  • Brancos e nulos – 11%

Belém

  • Edmilson (PSOL) – 36%
  • Éder Mauro (PSD) – 24%
  • Zenaldo Coutinho (PSDB) – 20%
  • Professor Maneschy (PMDB) – 6%
  • Cleber Rabelo (PSTU) – 0%
  • Lélio Costa (PCdoB) – 0%
  • Ivanildo (PRTB) – 0%
  • Regina Barata (PT) – 0%
  • Ursula Vidal (REDE) – 0%
  • Brancos e nulos – 5%

Belo Horizonte

  • João Leite (PSDB) – 33%
  • Kali (PHS) – 25%
  • Eros Biondini (PROS) – 4%
  • Reginaldo Lopes (PT) – 4%
  • Luís Tibé (PTdoB) – 3%
  • Délio (PSD) – 3%
  • Rodrigo Pacheco (PMDB) – 3%
  • Brancos e nulos – 13%

Boa Vista

  • Teresa Surita (PMDB) – 74%
  • Sandro Baré (PP) – 6%
  • Abel Galinha (DEM) – 5%
  • Alex Ladislau (PRP) – 0%
  • Jeferson Alves (PDT) – 0%
  • Kalil Coelho (PV) – 0%
  • Luis Oca (PSOL) – 0%
  • Roberto Ramos (PT) – 0%
  • Brancos e nulos – 5%

Campo Grande

  • Marquinhos Trad (PSD) – 41%
  • Rose Modesto (PSDB) – 22%
  • Alcides Bernal (PP) – 15%
  • Coronel David (PSC) – 3%
  • Alex do PT – 1%
  • Rosana Santos (PSOL) – 1%
  • Athayde (PPS) – 1%
  • Marcelo Bluma (PV) – 1%
  • Adalton Garcia (PRTB) – 0%
  • Arce (PCO) – 0%
  • Aroldo Figueiró (PTN) – 0%
  • Elizeu Amarilha (PSDC) – 0%
  • Lauro Davi (PROS) – 0%
  • Pedrossian Filho (PMB) – 0%
  • Suél do PSTU (PSTU) – 0%
  • Brancos e nulos – 10%

Cuiabá

  • Procurador Mauro (PSOL) – 30%
  • Emanuel Pinheiro (PMDB) – 27%
  • Wilson Santos (PSDB) – 20%
  • Julier (PDT) – 7%
  • Renato Santtana (REDE) – 0%
  • Serys Slhessarenko (PRB) – 0%
  • Brancos e nulos – 9%

Curitiba

  • Rafael Greca (PMN) –  45%
  • Gustavo Fruet (PDT) – 16%
  • Requião Filho (PMDB) – 8%
  • Ney Leprevost (PSD) – 6%
  • Maria Victoria (PP) – 6%
  • Tadeu Veneri (PT) – 4%
  • Ademar Pereira (PROS) – 0%
  • Xênia Mello (PSOL) – 0%
  • Brancos e nulos – 9%

Florianópolis

  • Gean Loureiro (PMDB) – 35%
  • Ângela Amin (PP) – 27%
  • Elson (PSOL) – 13%
  • Ângela Albino (PCdoB) – 6%
  • Murilo Flores (PSB) – 4%
  • Gabriela Santetti (PSTU) – 1%
  • Maurício Leal (PEN) – 1%
  • Brancos e nulos – 7%

Fortaleza

  • Roberto Cláudio (PDT) – 34%
  • Capitão Wagner (PR) – 28%
  • Luizianne Lins (PT) – 15%
  • Heitor Férrer (PSB) – 6%
  • Ronaldo Martins (PRB) – 3%
  • João Alfredo (PSOL) – 1%
  • Gonzaga (PSTU) – 0%
  • Tin Gomes (PHS) – 0%
  • Brancos/nulos – 6%

Goiânia

  • Iris Rezende (PMDB) – 36%
  • Vanderlan Cardoso (PSB) – 27%
  • Delegado Waldir (PR) – 13%
  • Adriana Accorsi (PT) – 6%
  • Francisco Júnior (PSD) – 2%
  • Flávio Sofiati (PSOL) – 1%
  • Djalma Araujo (REDE) – 0%
  • Brancos e nulos – 9%

João Pessoa

  • Luciano Cartaxo (PSD) – 52%
  • Cida Ramos (PSB) – 23%
  • Professor Charliton (PT) – 2%
  • Victor Hugo (PSOL) – 2%
  • Brancos e nulos – 15%

Macapá

  • Clécio (REDE) – 27%
  • Aline (PRB) – 18%
  • Gilvam Borges (PMDB) – 12%
  • Ruy Smith (PSB) – 10%
  • Promotor Moisés (PEN) – 9%
  • Dora Nascimento (PT) – 7%
  • Genival Cruz (PSTU) – 5%
  • Brancos e nulos – 9%

Maceió

  • Rui Palmeira (PSDB) – 35%
  • Cícero Almeida (PMDB) – 28%
  • JHC (PSB) – 18%
  • Paulão (PT) – 2%
  • Gustavo Pessoa (PSOL) – 1%
  • Paulo Memória (PTC) – 1%
  • Fernando do Village (PMN) – 0%
  • Brancos e nulos – 10%

Manaus

  • Artur Neto (PSDB) – 42%
  • Marcelo Ramos (PR) – 20%
  • Serafim Corrêa (PSB) – 10%
  • José Ricardo (PT) – 6%
  • Hissa Abrahão (PDT) – 5%
  • Silas Câmara (PRB) – 5%
  • Henrique Oliveira (SD) – 3%
  • Luis Castro (REDE) – 0%
  • Queiroz (PSOL) – 0%
  • Brancos e nulos – 4%

Natal

  • Carlos Eduardo (PDT) – 53%
  • Kelps Lima (SD) – 8%
  • Márcia Maia (PSDB) – 7%
  • Fernando Mineiro (PT) – 5%
  • Robério Paulino (PSOL) – 4%
  • Freitas Junior (REDE) – 1%
  • Rosália Fernandes (PSTU) – 0%
  • Brancos e nulos – 17%

Palmas

  • Carlos Amastha (PSB) – 41%
  • Raul Filho (PR) – 21%
  • Cláudia Lelis (PV) – 15%
  • Sargento Aragão (PEN) – 4%
  • Zé Roberto (PT) – 2%
  • Cassius Assunção (PSOL) – 0%
  • Brancos e nulos – 8%

Porto Alegre

  • Sebastião Melo (PMDB) – 29%
  • Raul Pont (PT) – 17%
  • Nelson Marchezan Jr. (PSDB) – 17%
  • Luciana Genro (PSOL) – 12%
  • Mauricio (PTB) – 7%
  • Fábio Ostermann (PSL) – 0%
  • João Rodrigues (PMN) – 0%
  • Júlio Flores (PSTU) – 0%
  • Marcelo Chiodo (PV) – 0%
  • Brancos e nulos – 11%

Porto Velho – Ibope – 16/9

  • Dr. Mauro (PSB) – 21%
  • Léo Moraes (PTB) – 21%
  • Roberto Sobrinho (PT) – 16%
  • Pimentel (PMDB) – 14%
  • Dr. Ribamar Araújo (PR) – 7%
  • Dr. Hildon (PSDB) – 4%
  • Pimenta de Rondônia – 3%
  • Brancos e nulos – 10%

Recife

  • Geraldo Julio (PSB) – 38%
  • João Paulo (PT) – 26%
  • Daniel Coelho (PSDB) – 14%
  • Priscila Krause (DEM) – 4%
  • Carlos Augusto (PV) – 0%
  • Edilson Silva (PSOL) – 0%
  • Pantaleão (PCO) – 0%
  • Simone Fontana (PSTU) – 0%
  • Brancos e nulos – 11%

Rio Branco

  • Marcos Alexandre (PT) – 62%
  • Eliane (PMDB) – 27%
  • Vaz (PR) – 3%
  • Carlos Gomes (REDE) – 0%
  • Brancos e nulos – 4%

Rio de Janeiro

  • Marcelo Crivella (PRB) – 35%
  • Pedro Paulo (PMDB) – 11%
  • Marcelo Freixo (PSOL) – 9%
  • Índio da Costa (PSD) – 8%
  • Jandira Feghali (PCdoB) – 6%
  • Flávio Bolsonaro (PSC) – 6%
  • Carlos Osório (PSDB) – 4%
  • Alessandro Molon (Rede) – 1%
  • Carmen Miguelis (NOVO) – 1%
  • Cyro Garcia (PSTU) – 0%
  • Thelma Bastos (PCO) – 0%
  • Brancos e nulos – 16%

São Luís

  • Edivaldo Holanda (PDT) – 37%
  • Wellington (PP) – 31%
  • Eliziane Gama (PPS) – 10%
  • Eduardo (PMN) – 3%
  • Fábio Câmara (PMDB) – 3%
  • Cláudia Durans (PSTU) – 0%
  • Rose Sales (PMB) – 0%
  • Valdeny Barros (PSOL) – 0%
  • Zeluis Lago (PPL) – 0%

São Paulo

  • João Dória (PSDB) – 28%
  • Celso Russomanno (PRB) – 24%
  • Marta Suplicy (PMDB) – 15%
  • Fernando Haddad (PT) – 12%
  • Luiza Erundina (PSOL) – 4%
  • Altino (PSTU) – 0%
  • Henrique Áreas (PCO) – 0%
  • Brancos e nulos – 10%

Salvador

  • ACM Neto (DEM) – 69%
  • Alice Portugal (PCdoB) – 12%
  • Pastor Sargento Isidório (PDT) – 7%
  • Célia Sacramento (PPL) – 0%
  • Cláudio Silva (PP) – 0%
  • Da Luz (PRTB) – 0%
  • Fábio Nogueira (PSOL) – 0%
  • Nulos e brancos – 8%

Teresina

  • Firmino Filho (PSDB) – 48%
  • Dr. Pessoa (PSD) – 31%
  • Amadeu Campos (PTB) – 10%
  • Lourdes Melo (PCO) – 1%
  • Quem-Quem (PTN) – 1%
  • Everton Diego (PSOL) – 1%
  • Luciane Santos (PSTU) – 0%
  • Brancos e nulos – 5%

Vitória

  • Amaro Neto (SD) – 34%
  • Luciano Rezende (PPS) – 31%
  • Lelo Coimbra (PMDB) – 14%
  • Perly Cipriano (PT) – 4%
  • André Moreira (Psol) – 3%
  • Brancos e nulos – 8%

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here