A odontologia do trabalho para a manutenção de saúde bucal do trabalhador

0
119

A odontologia do trabalho é a especialidade que tem como objetivo a busca permanente entre a atividade laboral e a preservação e manutenção da saúde bucal do trabalhador.

Tramita no Senado o Projeto de Lei que determina a obrigatoriedade de as empresas manterem serviços especializados em segurança em medicina e odontologia do trabalho. O Projeto de Lei 422/2007 tem caráter conclusivo e aguarda aprovação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

As áreas de competência do especialista em odontologia do trabalho, de acordo com a resolução do Conselho Federal de Odontologia 25/2012, abrangem:

  • Identificação, avaliação e vigilância dos fatores ambientais que possam constituir risco à saúde bucal no local de trabalho, em qualquer das fases do processo de produção;
  • Assessoramento técnico e atenção em matéria de saúde, de segurança e de higiene do trabalho, assim como em matéria de equipamento de proteção individual, entendendo-se inserido na equipe interdisciplinar de saúde do trabalho operante;
  • Planejamento e implantação de campanhas e programas de duração permanente para educação dos trabalhadores quanto a acidentes de trabalho, doenças ocupacionais e educação em saúde;
  • Organização de estatísticas de morbidade e mortalidade com causas bucais e investigação das possíveis relações com as atividades laborais;
  • Realização de exames odontológicos para fins trabalhistas.

É sabido que as más condições de saúde bucal afetam a produtividade de funcionários. O trabalhador que está com dor de origem odontológica será afetado pela falta de concentração no trabalho, facilitando a ocorrência de erros e acidentes de trabalho,  sem contar com as dificuldades no relacionamento interpessoal, resultado da alteração de humor causados pela dor. A automedicação também tende a ocorrer, interferindo de forma negativa no trabalho, já que muitos dos medicamentos podem interferir causando depressão do sistema nervoso central.
A odontologia do trabalho traz ações prevencionistas. Desta forma, as empresas se beneficiam tendo o número reduzido de absenteísmo por causas odontológicas, diminuição de saídas de emergência por parte dos funcionários por dor de origem no complexo bucomaxilofacial e queda no número de acidentes de trabalho, resultando desta maneira em melhores condições no ambiente laboral e aumento na produtividade.

A implantação de  programas ocupacionais nas empresas trará, sem dúvidas, benefícios tanto aos trabalhadores quanto aos empregadores.

Clique aqui para saber mais sobre a tramitação do projeto de lei 422/2007.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here