Poema: Paisagem

0
140

Sentada sob o sol quente

E o céu azul de verão

Uma araucária contrasta

Na paisagem quase vazia

Uma criança brinca na areia

Enterra seu pequeno pé

Querendo se prender ao chão

Que sustenta seu pequeno corpo

A luz do sol reflete cores

Nos minúsculos grãos de areia

E me vejo aqui

Numa breve analogia

Com aquela criança

Que vejo ao longe

Meus sentimentos perdidos

Se esvaziam na paisagem

Eu, já não mais criança,

Enterro lembranças, ou apenas tento…

Não me prendo ao chão

Não procuro o que me sustente

Sem raízes apenas olho para o céu

E não tento refletir as cores do passado

Sinto-me como a araucária

Alta, vista, porém solitária

Em sua vivência

Com seu sentimento único e só…

 

Trycia Mello

contato@massaepoesia.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here