Primeiro de Maio, Dia do Trabalhador e do Trabalho

0
125

O Primeiro de Maio é feriado em vários países por ser considerado o Dia do Trabalho e dos Trabalhadores.

Com a revolução industrial, de 1760 a 1840, houve um aumento das fábricas e, por consequência, dos empregos também. O problema é que os funcionários trabalhavam várias horas por dia e, muitas vezes, em lugares insalubres. Pois o que importava, realmente, era a produção.

No dia primeiro de maio de 1886 milhares de trabalhadores foram às ruas de Chicago para exigir a redução da carga horária de 13 para 8 horas diárias. Este protesto durou quatro dias. Nesta manifestação houve muita confusão e, também, pessoas mortas e feridas.

Porém, somente em 1890, o governo dos Estados Unidos reduziu a carga horária de 13 para 8 horas diárias. Assim alguns países seguiram este exemplo.

Em homenagem aos heróis de Chicago o Primeiro de Maio foi instituído como dia mundial do trabalhador.

No Brasil, Getúlio Vargas foi o presidente que mais se preocupou com os direitos dos trabalhadores.

No dia primeiro de maio, também, é comemorado o dia de São José Operário. Na religião católica, missas são celebradas para este santo e pessoas levam suas carteiras de trabalho para serem abençoadas nas igrejas.

Há um ditado que diz que o trabalho dignifica o homem. Mas, antes de tudo, é bom lembrar que o homem dignifica o trabalho. Pois se o ser humano faz algo bem feito, que ajude outras pessoas, além de valorizar o serviço, o trabalhador está valorizando a ele mesmo.

Como empreendedora, aprendi muito sobre o valor do trabalho com minhas experiências pessoais. Na minha adolescência, eu vendia picolés que uma vizinha fazia, nas férias, em troca de dez por cento do lucro. Mais tarde, resolvi escrever poemas para uma amiga, que confeccionava bombons. Assim ela colocava minhas frases dentro destes doces. Deste jeito a garota me dava dois por cento do lucro. Após isto fui trabalhar em lojas, onde conheci pessoas dos mais diversos estilos. Através destes clientes descobri bons causos para escrever o livro, Lendas Curitibanas. Em uma destas lojas, onde trabalhei, o Primeiro de Maio estava se aproximando, quando falei ao proprietário do estabelecimento:

  • O Dia do Trabalho se aproxima!
  • Pensei em colocar o seguinte cartaz na loja:
  • “Trabalhador, no Dia Primeiro de Maio, presenteie a você mesmo. Aqui temos ótimas opções”.

Então o dono aceitou a minha sugestão e as vendas, daquele período, aumentaram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here