Você é sua melhor marca: 7 motivos para utilizar as redes sociais na construção de sua imagem

0
81

Tudo começa com a indagação de qual imagem você deseja transmitir sobre você, sobre sua empresa, sobre seus negócios…

O que você faz em suas horas vagas, mesmo nos momentos mais íntimos precisa ser repensado no quanto, cada atitude sua constrói ou destrói sua imagem, principalmente ao serem publicadas nas redes sociais. Se você, no final de semana, se embriagou com duas caixas de cervejas, será que seu chefe, seu cliente e parceiros atuais e, principalmente potenciais, tem interesse em saber disso? Ou o quanto esta informação é relevante para o sucesso de suas relações?

Sim, são indagações para as quais precisamos ter respostas bastante precisas, pois as redes sociais são ferramentas excelentes de construção de relacionamentos, contudo, podem também destruí-los em função de simples falta de cuidados que necessitam ser tomados quando as utilizamos para formar, reforçar e construir uma boa marca, uma boa imagem.

Muitos são os motivos que nos levam a utilizar as redes sociais como forma de comunicação e divulgação. Alguns para autopromoção, venda de produtos e serviços, para fazer conexões e parcerias. Cada publicação ou comentários que fazemos alcança dezenas, centenas e milhares de pessoas em poucos segundos, e é preciso tomar muito cuidado quando nos posicionamos sobre assuntos delicados ou opinamos, afinal nunca sabemos quem vamos alcançar e qual será a interpretação de cada um sobre nossas postagens.

É certo que boa parte do que publicamos e comentamos passa aos usuários uma imagem, uma marca sobre nossos valores, crenças e/ou como enxergamos a vida. Por isso o seu uso precisa ser muito bem direcionado seja enquanto perfil pessoal, púbico ou profissional.

Veja algumas dicas para usar as redes sociais para construir uma imagem favorável a você!

  1. Informações sobre você: é de fundamental importância impormos um limite diante de informações que não devem ser publicadas, precisamos utilizar as informações de maneira moderada. Crie bloqueios que impeçam de publicarem em seu perfil pessoal ou página.
  2. Participação em grupos e/ou comunidades: quando participamos deve ser das que se alinhem com o nosso propósito ou valores diante de determinado conteúdo, pois se expressam informações dúbias, que ferem a diversidade, determinada condição social, étnica, política e social, pode ser um fator de perda de oportunidade e negócios. Avalie os grupos que você faz parte, veja os membros que participam, as publicações e comentários e não hesite em sair se for necessário.
  3. Imagens que veicula, tais como fotos: dependendo do teor, as imagens podem transmitir uma imagem agressiva, sensual e/ou de situações vexatórias que podem lhe colocar em situações constrangedoras ao serem visualizadas por clientes em potencial, por exemplo. Isto também se aplica sobre o que veiculamos a respeitos dos outros, siga a máxima “Fazer ao outro o que gostaria fosse feito a você!”.
  4. Falar sobre o que você falaria pessoalmente: muitas vezes as mídias sociais são utilizadas para um momento de desabafo, de raiva e de indiretas. Quanta perda de tempo! Um bom indicador para mensurar sobre o que você está publicando é saber se falaria o que escreve pessoalmente. Procure se isentar de comentários pessoais e de posições que o coloquem em situações que viraria uma romaria de conteúdo. Falar diretamente com a pessoa em questão para quem direciona os comentários lhe trará maior resolutividade. Evite comentários que lhe envolva em polêmicas.
  5. Ortografias e gramáticas: ninguém está isento a erros, contudo, na dúvida sobre uma palavra ou sobre sua colocação em uma frase, ganhe tempo procurando a maneira correta de expressá-la ou descrevê-la. Contudo, não hesite de fazer a correção quando souber a maneira correta de escrevê-la. A comunicação online nos permite abreviações, até mesmo uma linguagem coloquial comum, mas evite gírias, tratamento muito informal e busque sempre escrever corretamente e com respeito.
  6. Sua identidade precisa ser preservada: usamos as redes sociais para divulgação sobre nós, sobre nossos serviços, mas quando postamos muito, isso pode denotar que dedicamos um tempo muito grande às redes sociais e não focando em nossos negócios, mesmo quando o nosso negócio é o uso das redes sociais. É recomendável uma programação estratégica de publicações para alcançar o público desejado e obter o engajamento do mesmo. É interessante também fazer uma pesquisa previa dos horários de maior acesso às suas redes sociais.
  7. Palavras de baixo calão: a espontaneidade é uma característica no meio digital, procure utilizar palavras que retratem exatamente o que deseja falar, pois em nossa língua portuguesa uma mesma palavra tem diferentes significados, e o uso inadequado pode criar uma imagem errada a seu respeito que depois pode ser difícil de ser retratada.

Se considerarmos que somos nossa melhor marca, o que publicamos e que publicam sobre nós precisa estar sob nosso controle, ao nosso favor, pois informações sobre nós e nossas empresas podem ser buscados nas redes sociais. Tudo o que publicamos pode ser visto por alguém, e as pessoas podem utilizar esses dados da maneira que melhor lhes convir. Informações usadas para gerar constrangimentos ferem uma ética, contudo, esta é tão pessoal que pode fugir ao controle. Ainda que haja arrependimentos sobre algo que foi escrito, já foram registradas.

 

Regina Alvares,
Palestrante, Consultora Comportamental e Organizacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here