Alimentação inadequada e a interferência na aprendizagem

0
66901
Alimentação inadequada
Alimentação inadequada e a interferência na aprendizagem

A alimentação pode acelerar ou atrasar o seu processo de aprendizagem

Alimentação inadequada e a sua interferência na aprendizagem é o que vamos tratar hoje nesse artigo explicando mais um dos fatores limitantes.

Os alimentos influenciam diretamente o sistema nervoso. Cada nutriente tem uma função, portanto, adequar a sua alimentação poderá contribuir indescritivelmente com essa aceleração.

Quando tomamos a decisão de desenvolver certa habilidade, e aqui volto minha atenção para a habilidade de se comunicar em língua inglesa, considerar o que você está ingerindo é de extrema importância. Se você é movido por decisão e não por circunstância, mude seu habito alimentar agora e colha resultados extraordinários.

No artigo anterior, descontruí o mito de que a vida adulta é um fator limitante para aprender inglês, especialmente pela plasticidade neural, comprovada graças aos avanços da neurociência.

Como Neuropsicopedagoga, fiz inúmeras pesquisas e tratando de pacientes com dificuldades de aprendizagem, cheguei à conclusão da importância da alimentação também neste processo.

Há grupos de alimentos que trabalham para proteger e acelerar processos cognitivos. Esses alimentos são ricos em minerais e vitaminas.

A capacidade de retenção da informação, ligada à memória, aumento nos índices de concentração já foi comprovadamente de que necessitam de magnésio, que atua diretamente na transmissão de impulsos nervosos.

Alimentação - Transmissão de impulsos
Transmissão de impulsos

Além do magnésio, o selênio e o potássio são exemplos de minerais encontramos facilmente em castanhas, na banana.

Vamos para as vitaminas:
A vitamina C funciona como antioxidante, protegendo nosso cérebro dos radicais livres. Você pode encontra-la nas frutas acidas como também nos brócolis e na couve.

A vitamina E também atua na proteção do sistema nervoso central e proteção das doenças degenerativas. Você os encontra no brócolis, espinafre, mas se não é fã das verduras, já pode ficar feliz em saber que há vitamina E no óleo de soja, tomate, abacate e na manga por exemplo.

Coenzima q 10, tão utilizada na linha de cosméticos, pois também atua na luta contra os radicais livres, produz a energia necessária para manter o foco nos estudos e aumenta o transporte de oxigenação para os músculos.

Vitaminas do complexo b, que além de ajudarem na, aumento da concentração e memoria, auxiliam na produção de energia, eliminando cansaço e fadiga, e também na formação dos componentes das células neurais. Os ovos são bons exemplos, eles contem vitamina B12 e também o aminoácido tripofano, responsável pela regulação do estresse, controle do sono, pois libera o hormônio serotonina.

Se você consumir peixes como salmão e sardinha, as castanhas e verduras escuras, terá um aumento da ingestão do ômega 3 , o que te auxiliará a reduzir doenças degenerativas como Alzheimer e demência. Terá um ganho cognitivo significativo.

Já a ingestão de alimentos como o açúcar branco, trará a sensação de fadiga, cansaço. Quem não gosta de um bolinho de chocolate? Troque por outro tipo de açúcar.

Alimentação inadequada

Alimentação com açúcares branco
Alimentos com açúcares branco

Álcool, pois se consumido de forma excessiva pode afetar e diminuir a criação de novos neurônios, diminuindo sua capacidade cognitiva e até provocar doenças mentais.

Fast food são alimentos geralmente com excesso de tudo, de sal, de gordura e de açúcares artificiais que te levarão ao estado de euforia, mas posteriormente trarão fadiga e cansaço, pois o seu organismo terá que gastar mais energia para processá-los.

Tudo o que você leu acima parece mais do mesmo, porém quando se trata de estudo de idiomas, temos a tendência a achar que uma boa alimentação trará benefícios a médio e longo prazo, e por sermos imediatistas, queremos mesmo é matar a fome.

Adotar bons hábitos alimentares trará benefícios sim a curto prazo, especialmente se você estuda online, passa algumas horas em frente ao computador ou celular.

A tecnologia, principalmente as telas em geral, faz com que o seu cérebro trabalhe mais. São muitas informações captadas por segundo, excesso de luminosidade que fazem com que sua mente trabalhe no modo e segurança e proteção.

Alivie o trabalho do órgão mais importante do seu sistema nervoso. Pare de dar cargas extras e desnecessárias. Contribua para que a máquina funcione na função rápida e acelerada, com a capacidade total de armazenamento.

Antes de iniciar seus estudos, busquem alimentar-se de alimentos leves, de rápida digestão, aqueles pertences ao grupo que liberam serotonina, como o cacau, banana, ovos. Beba água constantemente, aos poucos, não 2 ou 3 litros de uma única vez, e veja como sua máquina começará a responder de forma mais assertiva.

Alimentação saudável
Alimentação saudável

Fique atento, logo trarei aqui sobre a ambiência e você vai descobrir que ambiência engloba muito mais do que fatores como ruídos e móveis adequados.

Clique aqui e acesse, curta e compartilhe minhas outras matérias.