Desvendando a Síndrome do Pensamento Acelerado – Mal do Século

2
146
Síndrome do Pensamento Acelerado

Tenho observado que tanto as pessoas com as quais convivo, como as que conheço ou então simplesmente as pessoas que observo.

Todas sem exceção de nenhuma, inclusive eu mesma, somos vítimas da ansiedade – Síndrome do Pensamento Acelerado.

Esse é um assunto que pesquiso continuamente e a muitos anos, porque vejo os males que causam na minha própria vida.

A verdade é que independente da sua raça, credo, religião, cor de pele, idade, jovem ou idoso, TODOS NÓS ESTAMOS SOFRENDO DE ANSIEDADE.

Como nos revela a história algumas pragas, doenças e guerras já extinguiram civilizações inteiras em tempos não tão longínquos.

E posso afirmar com base em algumas pesquisas que estamos vivendo a alguns anos O MAIS NOVO MAL DO SÉCULO que é a ANSIEDADE, causadora de tantas doenças físicas e transtornos psíquicos.

Diante disso decidi me aprofundar mais nesse assunto e tentar compreender mais afundo o que é a ansiedade, como ela se forma, quais nossos hábitos incorretos que a fortalecem, como nossa psique processa e somatiza isso.

E por isso resolvi compartilhar aqui, com vocês, o que venho estudando sobre o assunto, minha visão, meu entendimento e opinião sobre ANSIEDADE.

Escolhi dentre alguns estudiosos sobre o assunto, aquele que tem uma linguagem que eu gosto mais, e que transmita a informação de forma simples e efetiva.

Então resolvi entender a ANSIEDADE através dos olhos do médico psiquiatra, psicoterapeuta e autor de diversos livros Doutor Augusto Cury.

Confesso que sou muito fã dele e que suas explicações já me ajudaram e me ajudam muito, em diversos aspectos.

Tudo isso para falar para vocês sobre a causa principal da ANSIEDADE nos tempos modernos a S.P.A., já ouviu falar?

Algumas atitudes diárias como o excesso de uso de celulares, excesso de trabalho intelectual, o excesso de consumo de informação, são tão nocivos e viciante como as drogas psicotrópicas.

Todos esses exemplos levam a mente ao vício mais penetrante, O VÍCIO DE PENSAR. Pensar em demasia e escutar muito pouco.

Principais Sintomas da Síndrome do Pensamento Acelerado:
  • Cansaço físico,
  • Insatisfação,
  • Sofrimento por antecipação,
  • Instabilidade emocional,
  • Impaciência,
  • Dores de cabeça,
  • Dores musculares,
  • Déficit de atenção,
  • Déficit de memória,
  • Insônia.
Sintomas psicossomáticos como:
  • Taquicardia,
  • Queda de cabelo,
  • Aumento da pressão arterial,
  • etc.
Técnicas para Gerenciar a Síndrome do Pensamento Acelerado
  • Auto-Observação – Capacitar o “réu” para ser autor da própria história é fundamental. Voltar a ter criatividade para que o discernimento individual, suas opiniões e verdades possam voltar a surgir.

Somente assim nos libertaremos destas guerras e violências que vemos diariamente. Se auto observar faz com que possamos compreender as dores dos nossos semelhantes, com isso voltaremos a pensar coletivamente, como uma família humana.

É extremamente necessário se auto observar, para vivermos em paz socialmente.

  • Ser Livre para Pensar, Mas Não Escravos do Pensamento – Libertar o imaginário, inovar, ousar, propor novas ideias, interações inesperadas, dizer palavras nunca ditas (por exemplo dizer a quem amamos: Obrigada por existir!).

Reagir, não se deixar ser asfixiado pelos pensamentos pessimistas ou negatividade implantada externamente em nossas mentes.

  • Gerenciar o Sofrimento Antecipatório – Pensamentos que antecipam o futuro são os alimentos para a Síndrome do Pensamento Acelerado, acabam comandando a mente.

Tenha a certeza que 90% das nossas preocupações não se materializarão como pensamos e os outros 10% ocorreram de maneira diferente do que cremos.

O maior combustível para S.P.A é sofrer pelo que não aconteceu e talvez nunca aconteça.

  • Reciclar Falsas Crenças – São essas falsas crenças que nos aprisionam, transformam a realidade em verdades absolutas, criando prisões psíquicas que podem perdurar por toda a existência.

Por produzirem cárceres psíquicos essas crenças alimentam a Síndrome do Pensamento Acelerado.

  • Não Ser uma Máquina de Trabalhar – Se parar para analisar muitas pessoas trabalham incansavelmente para suprir as necessidades dos outros.

Não é possível doar-se excessivamente e ter um cérebro tranquilo, preocupar-se com o bem-estar dos outros é uma boa forma de minimizar nossos fantasmas.

Se faz necessário tirar férias, descansar a mente, tranquilizar emoções, ter doses elevadas de prazer e dormir bem para repor a energia.

  • Não Ser uma Máquina de Informações – Você tem que aprender a selecionar o que e onde vai absorver conhecimento. Lembre-se que os livros ainda existem e são fontes riquíssimas de informação.

Os grandes produtores de conhecimento como Einstein, Freud e tantos outros produtores tinham menos dados em sua memória que os seus discípulos; eles reciclavam falsas crenças tranquilizavam a mente e usavam a criatividade para sair da adversidade.

Aprenda a MEDITAR, pois essa prática “limpa” tranquiliza a mente agitada e conturbada.

  • Invista na sua vida e principalmente na sua saúde e equilíbrio mental. Antes de tomar remédios e outros meios, busque o equilíbrio na sua alimentação e com conhecimento.
  • Inclusive fica minha dica para você ver o vídeo abaixo onde dou algumas dicas de alimentos que ajudam a diminuir a ansiedade e te deixarão mais disposto.

Acredite grande personalidades, só são o que são por possuírem EQUILÍBRIO MENTAL.

Vou terminar esse importante texto com uma frase da minha sábia, saudosa e amada Avó:
“Sua Cabeça é seu Guia, seus Atos tua Sentença”.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pela abordagem do texto, Danieli. Um tema muito importante para estudar sob várias óticas. A síndrome do pensamento acelerado, sem dúvida, encontra-se cada vez mais presente entre adultos, jovens e crianças. A busca de opções para atenuar os comportamentos e atitudes derivados do SPA foi uma das óticas que abordei no artigo que foi publicado nessa Revista e que talvez tenhas interesse em ler. Aqui está o link.
    http://aempreendedora.com.br/boa-noite-durma-bem-meu-filho/ . Acredito que as duas matérias se completam e revelam um interesse muito atual. Um abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here