Edital de aceleradora é oportunidade para mulheres empreendedoras

1
345
Instituto Legado

Programa de aceleração para o setor social oferecido pelo Instituto Legado vai selecionar 30 empreendedores de todo o país, gerando oportunidade para mulheres empreendedoras. As inscrições estão abertas até 09 de fevereiro.


O Instituto Legado de Empreendedorismo Social lançou a sexta edição do Projeto Legado, programa de aceleração gratuito que integra e capacita organizações que atuam em causas sociais ou ambientais.


Em cinco anos de atuação, o PL já atendeu mais de 100 instituições brasileiras, contabilizando mais de 500 horas de atividades para mais de 200 empreendedores.

Entre eles estão mulheres empreendedoras, que inovaram em suas comunidades e trouxeram soluções para problemas ambientais e sociais do Brasil.

Na área da saúde, por exemplo, o projeto capacitou, na edição de 2014, Verônica de Oliveira, que empreende para fazer a fibrose cística mais conhecida no Brasil por meio do Instituto Unidos pela Vida.

Para trazer empoderamento feminino e geração de renda, a edição de 2016 investiu em Ariane Santos, fundadora da Badu Design.

No último ano, Lorayne Claudino, à frente da ONG Barco Sorriso foi beneficiada pelo projeto e criou condições para formalizar a instituição que reúne dentistas voluntários para atender a comunidade litorânea.

As mulheres interessadas em uma das 30 vagas têm até dia 09 de fevereiro para se inscrever pelo link http://institutolegado.org/pl18/.

Podem participar do programa associações, organizações não governamentais, fundações, institutos e negócios sociais com, no mínimo, um ano de funcionamento.

Os interessados devem preencher um questionário online no site do Instituto Legado e enviar um vídeo de dois minutos. Todas as informações estão disponíveis no edital.

Nesta edição serão selecionadas 30 iniciativas de todas as regiões do país. O objetivo é democratizar o acesso a conhecimentos especializados e contribuir com a transformação da realidade brasileira.

A seleção é feita pelo Instituto Legado e por uma equipe multidisciplinar de especialistas parceiros que avaliam critérios como histórico da organização, embasamento da causa e atuação, impacto socioambiental, inovação, criatividade e visão de planos para o futuro.

 

Como funciona

As capacitações têm duração de um ano com aulas em setores como gestão de projetos, legislação, sustentabilidade financeira e comunicação.

Os encontros, que são feitos em modo presencial e online, incentivam os participantes a criarem cenários para suas atividades de curto, médio e longo prazo, com foco na expansão de impacto.

O objetivo é que, por meio do conhecimento adquirido e de atividades práticas, as organizações amadureçam e possam oferecer melhores oportunidades de futuro para as comunidades e grupos com os quais atuam.

Ao final do processo de capacitação, as iniciativas sociais precisam apresentar um projeto de expansão de impacto, que será avaliado por uma equipe de profissionais ligados ao setor. Serão avaliados critérios como qualidade da apresentação, relevância do projeto e capacidade prática de implementação.

Os três projetos que mais se adequarem aos critérios exigidos recebem o investimento financeiro de R$ 10 mil mais um conjunto de horas de acompanhamento do Instituto Legado para implementar o plano ao longo do ano de 2019.

 

O Projeto Legado é dividido em duas fases. Na primeira, as 30 organizações selecionadas participam de atividades voltadas para o fortalecimento de impacto, estratégia e liderança.

Essa etapa tem o objetivo de auxiliar na estruturação da iniciativa participante. Na fase seguinte, as organizações serão divididas em dois grupos, de acordo com a realidade e a fase de desenvolvimento.

Uma parte será encaminhada para o grupo de Expansão de Impacto, visando o desenvolvimento de soluções que possam contribuir para o aumento de impacto e da sustentabilidade da atuação no longo prazo.

Já o grupo de Fortalecimento Organizacional tem como objetivo auxiliar a iniciativa a se fortalecer, em termos de estrutura, organização e planejamento interno.

O Projeto Legado 2018 tem abertura oficial em março e encerramento no fim de novembro.

 

Sobre o Instituto Legado

O Instituto Legado acredita que o Empreendedorismo Social é uma ferramenta eficaz para o desenvolvimento econômico e se propõe a ampliar o impacto de iniciativas sociais, causar transformações e deixar um legado.

Atua em três frentes estratégicas: Capacitação, Educação Formal e Fortalecimento de Rede. A capacitação é executada por meio do Projeto Legado, programa que seleciona, capacita, conecta e investe em organizações sociais de alto potencial de impacto.

A segunda frente é a Educação Formal. Em parceria com a FAE Business School e o Amani Institute, o Instituto Legado estruturou a primeira pós-graduação em empreendedorismo e negócios sociais do Sul do Brasil.

A terceira frente é o Fortalecimento de Rede, que promove e apoia ações sobre Empreendedorismo, Inovação, Negócios Sociais e Investimento de Impacto com a intenção de tornar Curitiba polo de discussões de relevância nacional e internacional.

Para ajudar o fortalecimento da rede, há um ano foi criado o Legado Socialworking, um coworking exclusivo para negócios sociais.

1 COMENTÁRIO

  1. Uma honra ser uma das mulheres empreendedoras sociais parte da #RedeLegado! Graças ao apoio do Instituto Legado desde o inicio, hoje o PeaceLabs.co está digitalizando projetos sociais em todo o Brazil, muito obrigada por viabilizar esta capacitação gratuita a todos nós. Super indico!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here