Entenda o Impacto do Endomarketing para o Marketing.

0
243
Endomarketing

É preciso uma redefinição de sucesso visando uma relação direta entre o sucesso da organização, o sucesso de cada equipe/time e o sucesso de cada colaborador.

O importante é perceber as várias facetas do Marketing nestes novos tempos, os exemplos do seu uso estão em casa todos os dias, na televisão, rádio, telefone, Internet, utilizando-se no processo os ensinamentos de Kotler.

O Endomarketing tem uma importância estratégica e não pode ser dissociado do planejamento estratégico da empresa.

Do ponto de vista estratégico, entende-se o Endomarketing como um processo que visa adequar a empresa a um mercado focado no cliente.

Deste modo, a relação da empresa com o mercado passa a ser um serviço feito por clientes internos para clientes externos.

É desta forma que o Endomarketing estimula toda a organização a manter-se voltada para o atendimento do mercado.

Cabe, pois, à empresa direcionar seus recursos e esforços para o atendimento de seu público interno, tendo por preocupação suas atitudes, valores e o conhecimento de suas necessidades e objetivos, de forma a garantir o seu comprometimento através da conquista de sua confiança, para que possa aderir aos objetivos organizacionais visando à satisfação dos clientes externos em busca da sua fidelização.

Estratégia de Endomarketing

A construção de uma equipe saudável vai depender, fundamentalmente, que cada membro compreenda, da maneira mais clara possível os limites entre o individual e o coletivo, entre os seus objetivos pessoais e os objetivos do grupo, entre o que o grupo espera dele como membro e o que ele espera do grupo.

A dificuldade de se acompanhar as necessidades de um mercado exigente com velocidade e objetividade, faz com que muitas empresas percam alguns de seus novos projetos na sua fase de implementação ou por não estarem preparadas ou por causa da falta de preparo dos seus Recursos Humanos.

A necessidade de se capacitar torna-se preponderante para as empresas a medida em que seus Recursos Humanos não conseguem acompanhar mais as tendências dos seus ambientes de negócio.

Atualmente, a capacitação profissional corresponde a uma das ações encontradas pelas empresas para atrair, reter e, consequentemente, motivar seus colaboradores, de forma que estes consigam gerar melhores resultados organizacionais.

De acordo com MONKS (1985, p. 12), as pessoas não precisam ser gerentes natos para fazerem um bom trabalho, “o estudo, o treinamento científico e a prática podem realçar a capacidade de alguém para tomar decisões boas e lógicas”.

Então, o que pode ser feito é adquirir conhecimentos e domínio de técnicas, que se traduzam em atitudes positivas para, no momento de tomar uma decisão, melhor identificar o problema, colher, classificar e analisar informações, inventariar os meios, relacionar e avaliar as alternativas e, finalmente, decidir.

Se o problema não estiver devidamente definido e a estratégia não estiver corretamente traçada, provavelmente, nenhum método será eficaz e todo o esforço do decisor será inútil.

Assim, o impacto do Endomarketing no Marketing é para KOTLER, (1994, p. 37) entendido a partir da diferenciação entre a Marketing interno e Marketing externo.

Segundo ele, o Marketing interno deve preceder o externo. Não faz sentido prometer serviço excelente antes de preparar os colaboradores para fornecê-lo.

Define Marketing interno como a “tarefa de contratações acertadas, treinamento e motivação de funcionários hábeis que desejam atender bem os clientes”.

O Marketing, na sua abordagem mais atual, pretende identificar as necessidades, os desejos e as expectativas de mercados-alvo selecionados, no intuito de, mais que satisfazê-los, encantá-los, de modo mais rápido e eficiente que a concorrência, visando a fidelização dos clientes sem negligenciar o bem-estar da sociedade em longo prazo.

Essa ideia é a que, na essência, converte-se em real vantagem competitiva, considerando a satisfação dos clientes como o melhor indicador dos lucros de longo prazo de uma empresa.

Normalmente, a primeira ideia que vem à cabeça das pessoas quando ouvem a palavra Marketing é a propaganda.

Para muitas pessoas, estas palavras são sinônimas. Mas, Marketing é muito mais do que isso, atualmente a preocupação é também com a visão do cliente interno e externo.

Portanto, percebe-se que há necessidade atual das empresas em investirem tanto em suas projeções de imagens e busca por necessidades de seus públicos externos e internos.

Fontes de Consulta

BARÇANTE, L. C.; CASTRO, G. C. Ouvindo a voz do cliente: transforme seu funcionário num parceiro. 3 ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999.
BEKIN, S. F. Conversando sobre endomarketing. São Paulo: Makron Books, 1995.
BOGMANN, I. M. Marketing de relacionamento: estratégias de fidelização e suas implicações financeiras. São Paulo: Nobel, 2002.
BRUM, A. M. Endomarketing como estratégia de gestão: encante seu cliente interno. Porto Alegre: L&PM, 1998.
BRUM, A. M. Um olhar sobre o marketing interno. Porto Alegre: L&PM, 2000.
CERQUEIRA, W. Endomarketing: educação e cultura para a qualidade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1994.
COBRA, M. Administração de Marketing. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1992.
GRÖNROOS, C. Marketing: gerenciamento e serviços – a competição na hora da verdade. Rio de Janeiro: Campus, 1995.
KOTLER, P. Administração de Marketing. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 1998.
MCKENNA, R. Marketing de Relacionamento. 9ª ed. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
MONKS, J. Administração da produção. São Paulo: Mc Graw-Hill, 1985.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here