Esquadrias: Como escolher o material mais adequado?

0
175
Esquadrias

Vai construir um novo imóvel ou só trocar as janelas da sua casa? A variedade de materiais e de modelos de esquadrias oferecidos nas lojas deixa qualquer um perdido. E aí vem a dúvida: como escolher o material mais adequado?

A durabilidade e o custo do material pesam muito na hora da escolha. A estimativa de gastos, para a etapa de compra das esquadrias (portas/ janelas) numa obra, varia de 5 a 16% do valor total. É um valor considerável, por isso uma pesquisa de preços e de materiais é muito importante.

Essas são algumas opções de esquadrias:

Esquadria de alumínio

É o tipo de esquadria mais conhecida e habitual nas residências. Isso se deve por sua resistência, custo acessível e variedade de cores e modelos prontos para instalar.

A durabilidade é um diferencial, tem garantia de fábrica de cinco anos, mas com manutenção adequada, dura mais de 30 anos.

O visual desse tipo de esquadria nos ambientes transmite modernidade e praticidade.

Possui dois tipos de acabamentos:

  • anodizado ou com anodização: processo anticorrosivo que forma uma camada protetora de óxido sobre o metal, aumentando sua resistência. Possui acabamentos em diversas cores: champanhe, bronze e preto (mais usados).
  • pintura eletrostática a pó: processo de pintura que reveste o metal com uma película de polímero colorido (pó de poliéster). Existem muitas opções de cores também, as mais usuais são branco, cinza e castanho.

Uso: Indicado para qualquer local de construção: campo, litoral ou cidade. Se a peça for anodizada existem níveis de proteção para cada uso: nível A18 para construções na praia, já o A13 é adequado para imóveis no campo e na cidade.

Pode ser usada tanto em áreas externas como em internas, tais como: salas, cozinha, quartos, banheiros, varandas, terraços.

Foto: www.lohnesquadrias.com.br/fotos-de-obras-lohn-esquadrias-2.php

Instalação: As janelas padronizadas (compradas prontas) veem com chumbadores para fixar no local e uma proteção (chapa de compensado) que só é retirada após o acabamento final das paredes, evitando que a esquadria suje com restos de cimento e tinta.

Pode-se fixar direto na abertura de alvenaria ou fixar sobre o contramarco, nesse caso o acabamento e a vedação da janela ficam melhores.

Já se as janelas forem feitas sob medidas, geralmente o fabricante tem a responsabilidade de fazer a instalação.

Manutenção: Limpeza com esponja ou pano macio umedecido com água e detergente neutro. Evitar o uso de produtos ácidos ou abrasivos, porque mancham e alteram a pintura ou a anodização da peça.

Esquadria de madeira

É o tipo de material mais antigo e usado em esquadrias nas residências, além de transmitir a sensação de aconchego e conforto. O uso dessa esquadria dá um visual mais rústico aos ambientes.

O custo é mais baixo se comparado com as de alumínio e de PVC, mas tem como desvantagem a manutenção constante e a vedação inferior. As esquadrias prontas têm o preço de 15% a 25% mais baixo do que as feitas sob medida.

Uso: A madeira pode ser usada em qualquer local (praia, campo ou cidade), só levar em consideração a espécie indicada para cada uso.

Para as janelas, a madeira adequada deve ser leve e resistente como o cedro, a muiracatiara, a curupixá e o freijó.

Para as portas externas (maciças), as espécies mais indicadas são: itaúba, cumaru, jatobá, cabreúva-vermelha, ipê, cedro-rosa e eucalipto reflorestado.

As portas internas podem ser de aglomerado e mdf com revestimento de lâmina de madeira, somente as partes aonde serão fixadas dobradiças e fechaduras deverão ser maciças.

Instalação: Deve-se investir em mão de obra especializada, como marceneiro ou carpinteiro, para a instalação das peças.

Alguns especialistas aconselham a instalar as esquadrias nos vãos e deixar descansar por 1 mês, antes de pintar ou dar acabamento.

Caso elas empenem, é possível pedir para serem trocadas pelo fornecedor. O primeiro tratamento para as janela e portas é aplicar o cupinicida, depois passar selador e por fim aplicar verniz, esmalte (tinta) ou stain.

Foto: www.portasemadeirasgralhaazul.com.br/produto/porta-balcao-vidro-unimade/

Manutenção: A madeira por ser um produto natural exige cuidados especiais. Na área externa a preocupação é a umidade e o sol, deve-se fazer um lixamento suave e reaplicar verniz, esmalte ou stain a cada 2 anos.

Já esquadrias internas a manutenção é a partir de 10 anos de uso, isso dependendo do tipo de madeira usada e da sua conservação.

A proteção contra cupim também é necessária, pois em áreas de litoral esse problema é muito comum, também podendo ocorrer em locais urbanos.

Esquadria de PVC

Essas esquadrias são feitas de policloreto de vinila, que é um tipo de polímero (plástico). São muito versáteis e permitem diversas formas de aberturas.

Muito utilizada nas construções da Europa e dos Estados Unidos, no Brasil o seu uso vem crescendo muito.

Proporcionam um excelente isolamento acústico e térmico, se usadas com vidro duplo. Não precisam de pintura, já vem com acabamento de fábrica. São muito resistentes à corrosão e não perdem o brilho (tem aditivos contra a radiação solar).

Outra vantagem é a alta vedação à água da chuva, pois tem um sistema de encaixe que veda as frestas e bloqueia a entrada da água.

O custo é mais elevado quando comparado com outros materiais, mas como tem baixa manutenção e durabilidade alta (garantia dos fabricantes de 10 anos), o custo-benefício é muito atrativo.

Ao usar essa esquadria nos ambientes o estilo decorativo fica moderno e dinâmico.

Uso: Sendo um material muito resistente às intempéries e à corrosão, ele é muito utilizado em obras no litoral, mas pode ser usado em qualquer região.

Indicado para ambientes externos devido à durabilidade e também usado em áreas internas, como em salas, quartos, banheiros e cozinhas.

Instalação: A instalação é feita através de perfis com reforço interno de metal e são soldados nos vãos das portas e janelas.

O nível e o prumo são conferidos para ver se a abertura está nivelada, e as peças são fixadas com chumbadores ou parafusos nos contramarcos.

O contramarco é uma moldura de alumínio usado para definir o tamanho da esquadria, para não a chumbar direto na alvenaria.

Foto: www.zebergstoren.ch/produkte/glas-faltwand-balkonverglasung/

Manutenção: Não precisa de manutenção com produtos específicos, somente limpeza com água e sabão, ou detergente neutro ou álcool etílico. Proibido usar tíner, água sanitária e querosene, porque podem manchar e alterar o brilho do PVC.

Esquadria de vidro temperado

Esse modelo de esquadria tem sido muito usado em projetos residenciais e comerciais devido a sua versatilidade e praticidade. O seu uso confere um aspecto moderno aos projetos de arquitetura.

A questão da segurança também é uma vantagem, já que esse vidro tem resistência maior do que o vidro comum, e ao se quebrar não faz estilhaços evitando acidentes.

Outra vantagem é o vidro com proteção acústica, que serve para isolar um ambiente e ter mais privacidade, já que esse recurso diminui os ruídos.

O vidro com proteção solar é uma opção para evitar o excesso de calor nos ambientes, oferecendo iluminação e filtrando a radiação solar.

Uso: As esquadrias de vidro temperado são usadas em vários ambientes, tais como salas, quartos, banheiros, cozinha, escritório entre outros.

O vidro pode ser produzido com diferentes graus de transparência, que proporciona privacidade a ambientes como banheiros, com o uso de vidros serigrafados (texturizados).

Nas salas traz mais luminosidade e requinte devido à abertura total que permite integrar ambientes internos e externos.

Quanto aos tamanhos, pode-se optar por fazer encomendas personalizadas ou escolher tamanhos padrões disponíveis a pronta entrega.

As cores ofertadas no mercado são: incolor, verde, cinza e bronze. Os modelos serigrafados (pintura em esmalte cerâmico) têm opções nas cores: branca, preto, azul e salmão. As espessuras de vidro temperado são 6, 8 e 10 mm.

Foto: www.polividro.com.br/manutencao/

Instalação: A instalação é feita através de perfis fixados no vão e os vidros são encaixados em trilhos metálicos. Os vidros já veem com as furações para colocar roldanas e ferragens.

A mão de obra tem que ser especializada, porque o vidro não pode ser perfurado depois da têmpera.

A têmpera é um processo pelo qual o vidro passa por um superaquecimento (mais de 700° C) e após ser resfriado, fica cinco vezes mais resistente do que o vidro comum.

Manutenção: Limpeza com água, sabão ou detergente neutro ou produtos específicos para limpar vidros.

Evitar produtos abrasivos (lixas, palha de aço). Nunca usar produtos ácidos e nem utilizar facas ou objetos pontiagudos para retirar as etiquetas do vidro.

Comparativo de Materiais
Comparativo de Materiais

Custo $ – de R$ 150 a R$ 500 $$$ – de R$ 801 a R$ 1.100
$$ – de R$ 501 a R$ 800 $$$$ – de R$ 1.101 a R$ 2.000
$$$$$ – acima de R$ 2.000

Essas são algumas informações que podem ajudar vocês na hora da escolha e da compra de esquadrias. Se tiverem mais alguma dúvida, estou à disposição para responder.

Até a próxima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here