Mulher empreendedora: desafios e possibilidades

0
183
Mulher empreendedora - desafios e possibilidades

Ser Mulher… E ainda Empreendedora?

Quem conhece a história de uma mulher empreendedora que acredita ser bem-sucedida com seus inúmeros compromissos, desafios e possibilidades?

É fundamental situar em “qual lugar está posicionado a mulher” que é minha ou sua referência!

Desde de pequena possui inúmeros “afazeres” que foram “transmitidos” mesmo brincando os artefatos culturais foram sendo “inculcados” para reproduzir ou emancipar o pensar e o fazer.

Condições e modelo social exigidos, transmitidos… talvez sem a devida consciência das artimanhas dos estereótipos do que é Ser Mulher!

O tempo passou…. a maturidade foi chegando. Com ela muitas oportunidades de Ser Mulher vão sendo Aprendido.

Ser Mulher

Vem sendo transformado com muitas lutas e enfrentamentos!

Transformação em muitas dimensões, especialmente no âmbito jurídico que era legitimado no código civil em vigor de 1916 a 2002:

“A mulher dedicava-se aos afazeres domésticos e a lei não lhe conferia os mesmos direitos do homem. O marido era considerado o chefe, o administrador e o representante da sociedade conjugal” (citado no JUSBRASIL).

Ser Mulher Empreendedora

É Ser Transformadora da própria realidade… transformando os próprios capítulos escritos no protagonismo da vida cotidiana.

No palco da vida todas podem Ser Protagonistas, e de alguma maneira empreenderam escrevendo novos capítulos da própria história… porque cada um uma sabe a dor e a delícia de Ser Mulher!

Mulher você é o FOCO para redirecionar os caminhos que deseja trilhar, e assim Empreender concretizando os seus sonhos!

Nesse sentido é fundamental dedicar tempo para responder, visualizando “quais atitudes” deve tomar nas diferentes situações da vida cotidiana.

E algumas dessas questões que sugiro e busco responder para mim mesma:
  1. Como desejo posicionar no mundo dos negócios?
  2. Quais habilidades eu tenho que desenvolver para profissionalizar cada dia mais fazendo o que gosto de fazer?
  3. Quais são as minhas metas profissionais?
  4. O que EU preciso mudar para dar conta das outras ocupações e responsabilidades?
  5. O que eu tenho feito para dividir responsabilidades em meu lar, evitando “assumir” ou “querer” dar conta de tudo?
  6. Quais as minhas atitudes de autocuidado (físico, mental e espiritual)?

E aí… Empreender poder ser entendido como “escolher” saber viver, superando os desafios que “cada uma” de nós recebemos e acreditamos serem verdades absolutas.

A Mulher Empreendedora consegue sentir, pensar e agir, considerando a realidade posta, vivida, assumida por muitas Mulheres que nos antecederam e ousaram fazer a diferença.

Mulher empreendedora – razão e emoção

Mulheres que construíram historicamente as responsabilidades de serem mais do que “dona do lar, mãe, cuidadora, sexo frágil”, entre outros termos que designavam o que era atribuído ao ser mulher na sociedade nas décadas passadas.

Equilibrar a razão com a emoção, despojando as “culpas” produzidas em no decorrer do processo histórico. Processo esse “recheados” de muitas exclusões, negações, provações, punições entre outras atitudes que fragilizavam a participação mais efetiva do protagonismo feminino na sociedade!

E para você, Mulher Empreendedora, que busca posicionar a própria autoridade no mundo dos Negócios, acredite: Você foi treinada para isso!

Inovar, criar, resistir, transformar e muitos outros verbos foram sendo oportunizados para Você empreender. Já tinha pensado nisso?

Portanto, aproprie-se de tudo que aprendeu!

No mundo do trabalho remunerado R$, defina:
  • A sua meta de ganho diário, semanal ou mensal;
  • O Foco a seguir para atingir suas metas;
  • O que irá celebrar, porque isso revigora a vida e renova esperanças;
  • Visualize novos Sonhos a realizar envolvendo pessoas que lhe querem bem ao seu redor;
  • As suas necessidades de melhorias. Transforme o que é necessário para tornar as suas “fraquezas” em suas “forças”.

E para finalizar, utilize uma agenda ou aplicativo para “registrar” o que respondeu das questões acima que foram sugeridas. Mantenha acessa a chama da conquista e das realizações. Fica a dica para vencer o maior inimigo de toda luta… o próprio “eu” sem foco ou direção.

O que impede muitas ações e transformações para Empreender é a ausência do autocuidado e do autoconhecimento, o que torna qualquer pessoa vulnerável a opinião do(s) outro(s).

Sucesso e muito a compartilhar das nossas vitórias…. em breve!

Referência: JUSBRASIL. Tratamento da Mulher no Código Civil de 1916 e no de 2002.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here