Passeio Ecológico – Serra do Mar

0
17
Painel de azulejos ilustra a subida da Serra por figuras políticas ilustres do século XIX tal como Dom Pedro II.

A Serra do Mar, partindo de São Bernardo do Campo, é um ótimo passeio ecológico de 1 dia.

O percurso é em média de 8 km e no caminho há alguns monumentos históricos que contam a história da cidade e do desenvolvimento das suas cidades vizinhas, como Cubatão e Santos.

A riqueza do caminho se traduz em sua exuberante fauna e flora.

O clima é úmido e sempre no final da tarde cai uma neblina característica da região, mas sempre muito agradável.

A observação da natureza, o silêncio em meio à vegetação leva à meditação e contemplação àqueles que gostam de Ecoturismo.

Em meio à mata há várias cachoeiras, onde muitos aventureiros fazem trilhas. Mas o local não possui nenhum tipo de segurança e nem pontos de apoio. Sinal de celular quase não tem, dependendo da região que está.

A mata é fechada apesar da trilha, e é muito fácil se perder. Há um projeto da Gestão Ambiental que está mapeando as trilhas, incluindo as cidades vizinhas. Mas ainda assim, sem previsão de ser um passeio seguro.

Olhando para cima, a partir de Cubatão, é possível ver os tubos de água da Usina Hidroelétria Henri Borden, que ainda está em operação.

Ao lado desses tubos há um funicular que é utilizado para fazer a manutenção dos dutos, mas infelizmente não é aberto à visitação.

A prefeitura de São Bernardo possui visitas somente até a Usina, com número limitado de pessoas. Para agendar, as informações estão no site www.turismosaobernardo.com.br.

Hoje as visitas são disputadas entre as cidades de São Bernardo do Campo e Cubatão, em meio a uma discussão política que não consegue definir quem deve tomar conta da região e oferecer os serviços que são necessários ao turismo.

A estrada foi construída em 1792 para ligar São Paulo a Santos. Esse trecho é tombado pelo CONDEPHAT e faz parte do Patrimônio Histórico de São Paulo.

Os Monumentos históricos já datam de 1922 a 1926, cada um com sua importância e sua história.

Para a visitação é necessário agendamento e paga-se uma taxa à Fundação Florestal.

A Prefeitura de São Bernardo do Campo, atuando no seu projeto do turismo, também está fazendo grupos de visitação, com a cobrança apenas da taxa da Fundação Florestal.

A visita é guiada por guias especializados na região. No caminho, os pontos de parada possuem água e banheiros para utilização do público, mas não há nada de alimentação. É necessário que cada um leve seu próprio alimento.

Dicas para visitação:

  • Leve na mochila: água, lanche, repelente, protetor solar, toalha, máquina fotográfica, binóculo e outros materiais pessoais estritamente necessário.
  • Vista-se adequadamente: tênis antiderrapante, calça, camiseta, óculos e boné

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here