Se for pra te amar

2
114
Se for pra te amar
Se for pra te amar

Se for pra amar, amar-te-ei como a poesia que me adoça os sentidos e me faz viajar num voo subjetivo e singular, na maravilhosa capacidade de reverter em encantos a triste realidade dos vazios dias sem rimas.

Se for pra amar, amar-te-ei como a poesia que me faz sair de mim todas as vezes que me adentro nos sentidos da paixão e me faz enxergar os motivos desse sentimento que carrego no peito.

É desse jeito que os amores nascem: com os versos soltos de um olhar, com os silêncios que falam através da retórica exacerbada do sentir, na permuta dos toques imaginários, que vão além do presente.

Porque se for pra te amar, amar-te-ei só se for assim, com a febre dos poetas, com essa paixão que me completa, lírica, rítmica, aquecida e jamais esquecida, ainda que nunca vivida por nós em vida.

Pois, se for pra te amar, é do calor da poesia que me traz o melhor de ti; toda calma, toda sorte, toda reza, sem por um instante olvidar que é da tinta que desenha os poemas da tua pele sobre mim, onde a inspiração anseia mais do que o teu nome, e te infinita em mim num suspiro despertar.

Acesse outras matérias de minha autoria, clique aqui.

2 COMENTÁRIOS

  1. Amei. Maravilhoso poema, tocou a minh’alma, como o sino da igreja que toca aos nossos corações, o badalar singelo, chamando para uma oração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui