Temos que superar as dificuldades!

4
24115
Temos que superar as dificuldades
Temos que superar as dificuldades

Ao superar as dificuldades, tudo volta a ser fé e esperança dentro de nós

Temos que superar as dificuldades! É com esta frase que eu sigo os meus dias. Não há problema em repeti-la, e farei isto quantas vezes preciso for, como se fosse um mantra, uma oração, um jogo de memória, meu campo de concentração.

Tantas vezes somos levados a desistir, a olhar para trás, a retroceder. As decepções ofuscam a alegria, a insegurança invade a esperança e deixa os passos enfraquecidos, sem forças para continuar. Mas tenho que continuar, por que… Tenho que superar as minhas dificuldades!

É normal se ver submergido em momentos que as sombras escurecem as nossas energias, fazendo com que as nuvens negras, sombrias e espessas, apareçam com força, parecendo querer dominar tudo. Somos levados a pensar que nada mais irá dar certo. Somos ludibriados por falsas decisões, movidas pelo desespero.

Prontamente, fazemos errado achando que é o certo e enterramos o certo sem saber que ali reside o erro. E sem um pingo de discernimento, alimentado por uma mente irrequieta, vamos conduzindo a nossa própria vida para o abismo de problemas.

As dificuldades são aguçadas. Fechamos as portas, jogamos as chaves fora, cadeados fixos e a certeza que não se pode ir a lugar nenhum, porque todos os lugares só encontram uma única direção: a não solução. E a frase, tenho que superar as minhas dificuldades, fica no alento, as ações paralisam, a voz emudece e não sabemos mais o que fazer.

E os dias, meses até, sem vontade de ir, vão-se assim, tecendo espinhos e cravando pregos.

Até que um dia, num belo e corajoso dia, as mãos são erguidas, porque o fim do poço já se encontra rente aos nossos pés, ouvindo os lamentos torrenciais do nosso eu que chora por mudanças; aí, então, agimos.

Porque não há mais nada a fazer do que agir, ainda que os músculos cansados e deprimidos, cambaleantes e sedentos por viver, surjam dos poros quase sem vida. Ainda que os motivos não sejam claros, os fatos divergentes, o olhar perdido, mesmo assim, precisamos seguir.

Vencer etapas, escalar montanhas, endireitar os passos, atravessar mar e chegar. Chegar! Atravessar os limites do Eu adormecido e voar.

Queremos mais, podemos mais!

Fazemos com que os sonhos sejam realizados através de passos que não se intimidam em continuar. Façamos com que as dificuldades sejam o elo ao qual nos liga ao universo positivo de superação, colocando pra fora os medos que nos neutralizam, a angústia que nos intimida e a fraqueza que não condiz com as nossas bravas vontades de reagir e seguir.

E, quando menos se espera, o ter que superar as minhas dificuldades já se foi e tudo volta a ser fé e esperança dentro de mim novamente. Porque eu tive coragem de superar os desafios e acreditar num novo sol, que brilha em cada amanhecer. Se chorar algumas vezes é inevitável, sorrir é um aprendizado que me reveste a alma de encantos e paz, razão ao qual me faz não desistir de mim, jamais.

Acesse outras matérias de minha autoria, clique aqui.

4 COMENTÁRIOS

  1. Muito bem escrito, gosto muito de tudo que vc escreve, realmente a cada artigo nos surpreende com as suas reflexões belíssima, temos que seguir sempre em frente, apesar das dificuldades, parabéns,

  2. É de uma beleza expcional esse artigo. Isso acontece comigo muitas vezes. Vou seguindo em frente, superando as minhas dificuldades.
    Sempre leio coisas dessa autora, e gosto muito. Porque ela fala de um jeito bem simples que consegue nos envolver e pensar que temos mesmo que reagir, porque se não ficamos estagnados dentro das nossas próprias dificuldades e dos nossos medos.
    Parabéns, excelente artigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui