Três coisas que aprendi na Espanha

0
33
Desayuno Español
Café da Manhã - Desayuno Español

Para aqueles que já acompanham meus textos a mais tempo sabem que estou vivendo em Madrid na Espanha desde junho de 2016.

As coisas que aprendi na Espanha, só foi possível a partir do momento que resolvi morar aqui porque minha mãe reside no país há quase 11 anos e ela está passando por momentos delicados e por isso decide passar um tempo com ela, afinal sou sua única filha.

Nesse meio tempo aproveitei para organizar minha cidadania italiana e residência na Espanha.

Tudo que estou vivendo aqui com certeza é um grande aprendizado.

Separei três coisas para compartilhar com você, que aprendi com a cultura espanhola.
1º Aprendizado: Ter Menos Pressa.

Não vou generalizar, mas a maioria dos espanhóis são bem tranquilos, caminham devagar, fazem as coisas lentamente, sem pressa.

Confesso que no começo isso me irritava, estava acostumada a fazer três ou quatro atividades ao mesmo tempo.

Sempre atrasada e cheia de compromisso, comportamento típico da América.

Aqui eles não possuem esta agonia de fazer tudo rápido, eles simplesmente fazem o que está dentro das possibilidades deles, o que não dá para fazer, fica para amanhã.

2º Aprendizado – Cantar e dançar mais.

Você pode até não acreditar, mas te juro que desde as crianças até os idosos, todos amam cantar e dançar, principalmente o Flamenco, faz parte da cultura deles.

É muito legal, eles sempre estão dançando e cantando entre a família e os amigos.

Não é de estranhar estar caminhando pela rua e ver um grupinho batendo palmas e cantando a todo pulmão.

Deve ser por isso que eles vivem mais de 90 anos.

Porém, não se engane, nem todos são assim, existe também os “rabugentos” de plantão.

3º Aprendizado – Caprichar no Café da Manhã.

Eu sempre gostei de tomar café da manhã, mas aqui aprendi a tomar um café da manhã mais saudável e nutritivo.

A maioria dos espanhóis levantam cedo, pegam seus filhos e cachorros para tomar o café da manhã em cafeterias.

Inclusive, aqui eles são apaixonados por “perros” quase todas as famílias têm um cachorro.

Pode fazer frio de menos 2 graus ou calor de mais de 40 graus, eles não têm preguiça de sair de casa para tomar café da manhã.

O “desayuno” espanhol geralmente é um pão tostado com tomate “rayado“, eu mesma já viciei e como isso todos os dias de manhã.

Para nós brasileiros pode parecer estranho, mas é uma delícia, vale a pena experimentar.

Vou te ensinar rapidinho como preparo meu desayuno:
  • Primeiro tosta o pão, fica mais gostoso com pão francês, aqui eles chamam de Pan Leña
  • Segundo passo é ralar um tomate ou se preferir pode fazer um patê de tomate: bata no liquidificador o tomate, alho, um pedaço pequeno de pão (pode ser o pão de ontem), azeite de oliva e sal a gosto.
  • No pão tostado você pode colocar um pouco mais de azeite de oliva (o azeite de oliva espanhol é muuuuuiiitttoo bom).

Outra opção de café da manhã espanhol é: pão (na verdade eles comem pão com tudo, em todas as refeições) com abacate e ovo mexido.

Antes de você torcer o nariz, te juro, é muito bom.

Confesso que no começo achava bem estranho, tinha bastante preconceito, até que um dia, uma amiga preparou e eu amei.

Na Espanha é muito comum comer abacate, na salada, com comidas salgadas.

Antes de vir para cá eu só comia o abacate com leite e açúcar batido no liquidificador.

Hoje em dia o abacate está mais presente no meu dia a dia.

Claro que muitos espanhóis preferem comer um bom pão tostado com o típico jamón serrano (jamón é como se fosse o primo rico do presunto).

Estes foram alguns aprendizados que a Espanha me ensinou, claro que existe outros mais, porém vou deixar para os próximos textos.

Morar em outro país realmente é uma experiência incrível, porém, exige bastante flexibilidade da sua parte.

Você vai precisar de muita, mas muita paciência e persistência.

É como se você voltasse a ser criança em um corpo de adulto.

Você precisará aprender a falar outro idioma, precisará se submeter a trabalhos que jamais você faria no seu país e ter muita humildade.

Não tem espaço para o orgulho em uma experiência como esta, porque no começo você precisará de ajuda para quase tudo.

Mas pode acreditar vale muito a pena.

É sofrido, dá muita saudade, mas se você já estiver num caminho de autoconhecimento, você vai tirar de letra os contratempos.

Em resumo, é uma experiência que vai acrescentar uma grande expansão de consciência para aqueles que buscam desenvolvimento pessoal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here