728 x 90

Antes de um CNPJ temos um CPF!

Antes de um CNPJ temos um CPF!

O lucro que você busca na sua empresa está no investimento que você não faz em você

Antes de um CNPJ temos um CPF – Muitas pessoas querem lucro na empresa, mas se esquecem de quem lucra sempre investe em si, por isso, primeiro passo é investir na pessoa por trás dele.

Muitas pessoas somente saem realizando as coisas e quando se dão conta, o tempo passou, as vontades mudaram, os filhos cresceram e os projetos que elas estão inseridas já não fazem mais sentido.

Se esse é o seu caso, eu lhe entendo, digo com todo carinho de mãe e empreendedora: respira, o mundo não vai parar de girar se você der uma pausa para pensar e analisar o que você realmente quer para você.

Toda empresa nasce de um sonho, aquilo que a gente faz profissionalmente não é distinto de quem a gente é, quando você cria algo, isso precisa passar por você para chegar ao mundo, e nesse processo você revela a sua essência que fica impressa como um aroma.

Nos meus 25 anos de empresas, eu já ouvir diversas histórias que levaram ao fracasso um CNPJ promissor, o padrão mais vi foi que as pessoas não tinham comprometimento consigo, quanto mais em algo maior que a pessoa.

Por isso, os lucros do investimento em uma empresa só são possíveis após um planejamento, organização, dedicação e repetição desse processo, quem desiste nas primeiras dificuldades nunca poderá ver nada frutificar, sempre está podando a própria árvore.

Já por outro lado, quando eu ouvia casos inspiradores, sempre estava o padrão: estar à frente da maioria. Isso só é possível quando se dedica tempo de estudo e pesquisa de mercado na prática.

Uma pessoa que consegue fazer isso de possuir um compromisso consigo mesma imparável, possui internamente o famoso “se eu não me levar à sério, quem vai?”

Assim como a organização da nossa casa reflete o seu estado interior, o nosso CNPJ só é um resultado de todos nossos hábitos e ações somados no CPF, pois antes de um CNPJ temos um CPF!

Por isso, eu lhe convido a fazer um desafio, pegar uma folha de caderno e escrever com uma sinceridade brutal para você mesma (a coisa mais fácil que existe nos autoenganarmos) e responda:

  1. O que você precisa tirar da sua vida hoje que está lhe atrapalhando a progredir?
  2. O que você acredita que faria dedicar mais tempo de qualidade com você mesma?
  3. O que acredita que pode lhe fazer ir dormir mais inteligente que acordou hoje?

Existem métodos comprovados como o GDT, SWOT, processo de 5S ou até o Kaizen, tudo que lhe ajude a desenvolver o CPF, fará toda a diferença no seu negócio.

Há momentos que muitas vezes precisamos nos desiquilibrar mesmo para que possamos nos tornar mais confiantes novamente, nos esvaziar para poder encher!

Um ponto importante para ressaltar: o movimento de organização e limpeza interna, reflete até mesmo o seu faturamento.

Uma vez que você terá mais clareza sobre quem você é e o que você quer, você não vai perder tempo com tudo que é “potencial lucrativo” e vai escolher se dedicar àqueles que estarão alinhados com a sua nova frequência de operar, vai agir de maneira mais confiante.

Parece mágica, mas é simplesmente alinhamento de interesses. A primeira gerência é a que você faz com você, as demais coisas só serão um reflexo disso.

Um bom alinhamento mental vem de uma análise de comportamentos de pessoas consideradas bem-sucedidas, elas possuem uma rotina fluida que contempla os 9 principais pilares da vida (emocional, espiritual, familiar, social, financeiro, amoroso, trabalho, intelectual, saúde).

A boa e velha agenda é a principal aliada na hora de desenvolver o seu gerenciamento de atividades, ela lhe dá uma boa visão daquilo que é prioridade no seu dia e faz com você não se esqueça de nenhum detalhe importante.

Além disso, faz lembrar que o tempo é o nosso bem mais escasso, se não o usarmos de maneira eficiente estamos pagando com a vida, por isso, lembre-se: quem não tem agenda, vira agenda de alguém.

Gestão de empresas e de pessoas é uma das tarefas mais difíceis e ao mesmo tempo extremamente recompensador, as pessoas boas quando são estimuladas se tornam ótimas, pessoas ruins se tornam pressionadas.

Quando ainda se é uma “eupresa”, tudo aquilo que desenvolvemos no CPF será uma ligação imediata de tudo que falamos anteriormente, portanto, a manutenção de um hábito bom estabelecido sempre será menor que o custo de um prejuízo do não planejamento.

Eu selecionei, de forma bem resumida, os principais aprendizados ao longo dessa minha trajetória de “eupresa” à mais de 12 CNPJ’s bem-conceituados.

Eu já trilhei o caminho e hoje acredito que transformar em isso em conhecimento facilitará muito para quem estiver atenta a aprender, veja:

  1. Não se gerencia aquilo que não se mede;
  2. Vender mais não é lucro, lucro é diferente de faturamento;
  3. Custo é igual unha precisa ser analisado e cortado constantemente;
  4. Todos os processos podem e precisam ser aprimorados;
  5. Aquilo que está na sua vida é aquilo que você tolera;
  6. Cuide dos seus projetos da mesma forma que deixaria a vida do seu filho aos cuidados de alguém confiável.

Se quiser compartilhar comigo algum aprendizado de ouro para eu adicionar nessa lista, fique à vontade, estou sempre buscando aprender com as experiências de outras pessoas que estão no mesmo propósito que eu de desenvolver mais o seu próprio CPF.

Toda micro ação possui um micro resultado, porém, somente micro resultados podem gerar um macro resultado.

 “A maneira como você faz uma coisa, é a maneira como você faz todas as coisas.” – T. Harv Eker

O seu CPF é o que dá vida ao seu CNPJ, jamais o contrário, por isso se valorize, se desenvolva e esteja pronta para colher os seus frutos, pois você merece viver a realidade que batalhou para conquistar.

Antes de um CNPJ temos um CPF!

Clique aqui e acesse, curta e compartilhe minhas outras matérias.

1 - 0

Thank You For Your Vote!

Sorry You have Already Voted!

Posts Carousel

Latest Posts

Top Authors

+ Comentado

Vídeos em Destaque

1 - 0

Thank You For Your Vote!

Sorry You have Already Voted!