Curso superior, chegou a hora!

11
311
universidade
Curso Superior

Então você termina o ensino médio e o próximo passo é a faculdade.

O começo na vida acadêmica e os comportamentos que devem acontecer e aqueles que não devem acontecer em sala de aula de um curso superior.

Um turbilhão de questionamentos vem a sua cabeça. O que cursar, onde cursar, quanto investir e como se programar para iniciar e ir até o fim desse processo.

É uma meta desafiadora que exige disciplina, dedicação, paciência e foco. O inicio é assustador, diferente, proporciona novas emoções, uma pitada de medo e curiosidade, afinal estamos na facul!

O que trago da minha experiência como professora é que entra semestre, termina semestre e a história se repete.

Mas, a sensação é de alegria ao apertar o play novamente e caminhar com os alunos nessa estrada de formação, construção e reconstrução.

O primeiro dia de aula é inesquecível. Os alunos quase não conversam, olhares atentos a tudo, um sorriso tímido para quem está sentado ao lado, um boa noite bem baixinho antes de sentar na carteira e perninhas tremulas aguardando o professor.

De repente o professor entra, o silêncio toma conta da sala e na cabeça fica o questionamento: Mas não vai tocar o sinal? Não, não vai! E ai você percebe que saiu mesmo do ensino médio e a página virou. Sim, você está na faculdade!

Na empresa, você liga o computador e logo acessa o site da faculdade para que todos vejam que você está estudando. É uma sensação de orgulho misturado com metidez e você sorri sozinho lembrando que está na facul!

O dia a dia traz consigo diversas atividades, trabalhos, pesquisas e responsabilidades que assemelham ao colégio, mas agora com o peso da famosa e dolorosa DP.

Então o primeiro conflito nasce. A grande dificuldade em fazer trabalho em grupo. Os professores passam a atividade e o prazo, e fica a critério do aluno planejar, organizar e executar só que tudo isso em grupo.

A solução é aproveitar os finais de semana para que tudo fique em ordem. Mas, ai que mora o perigo. Talvez uma das principais lições que aprendemos na faculdade é a habilidade de ter empatia. Ou será que é a paciência?

Sempre tem aquele que não pode, aquele que faz de conta que não pode e aquele que não está nem ai mesmo. Mas o trabalho tem que acontecer, a apresentação tem que rolar e a nota surgir.

Então é necessário ter equilíbrio emocional, ser coerente, ser empático e acima de tudo justo. Quem fez, fez, quem não fez está fora! Isso mesmo. Nada de carregar ninguém como um peso.

Faculdade significa disciplina e é importante lembrar que todos da sala de aula de uma certa forma são seus concorrentes em processos seletivos.

O ideal é alinhar todas as responsabilidades, deveres e prazos no momento da formação do grupo e deixar claro que aquele que não cumprir (exceto por um motivo plausível), está fora do grupo.

O tempo vai passando e ao terminar o primeiro semestre você se vê fazendo a seguinte afirmação: Meu Deus nunca pensei que 0,5 ponto fosse tão importante! Ah, no próximo semestre farei trabalho sozinho! E também pensa que é melhor prestar atenção e anotar tudo.

É bem assim mesmo. São sentimentos que todo calouro passa e a partir do 2º semestre você começa a amadurecer e percebe que a faculdade requer de você muita dedicação e seriedade.

Você nem percebe e as aulas já acabaram, o professor já passou o conteúdo e em algum momento você percebe que está perdido e pergunta: O que vai cair na prova?

O comportamento de um aluno deve ser construído para que ele alcance o resultado de uma boa formação. É importante o aluno saber que o tempo da faculdade é muito curto por isso a necessidade da dedicação.

Existem diversos conflitos que acontecem e a maturidade é uma característica que também é importante.

Você precisa aprender a lidar com problemas administrativos da faculdade, problemas de sistema para atualizações, problemas com a diversidade em sala de aula, problemas com o perfil de cada professor, problemas com as decisões que devem ser feitas em grupos, problemas com as diferenças entre as pessoas.

É importante entender que ninguém é igual. Uns precisam mais de ajuda, outros se destacam, outros precisam ser cobrados e o tempo vai passando. Cada dia é um dia e no final você deve estar formado.

Entenda que a faculdade é um local que te auxilia a melhorar como profissional e como cidadão. É primordial aguçar a percepção para não perder nenhuma dica, nenhuma informação e nenhuma boa oportunidade.

Muitos alunos reclamam de pessoas que ficam batendo papo em sala de aula atrapalhando o desenvolvimento dos outros. Mas, vamos combinar que é extremamente desagradável mesmo!

As conversas, o bate papo, as risadas, as fofocas devem acontecer? Claro que sim! Mas é necessário tomar um chá que minha vozinha Zenóbia sempre indicou. O chá de “semancol”.

O seu comportamento deve estar alinhado com os objetivos individuais e coletivos dentro da faculdade.

Atrapalhar, ser inconveniente, achar que só porque está pagando você pode tudo, entrar e sair da sala fazendo barulho são comportamentos que não combinam com alguém nível universitário.

Aprenda com todas as situações que vão acontecer, seja inteligente, contribua com os outros e com você mesmo. Saiba ouvir e falar. Questione, tenha interesse, pesquise, faça boas amizades, cultive o respeito e a empatia.

Professor feliz tem a sala cheia de pessoas engajadas, que querem ter sucesso no futuro, que tem metas, que sonham e aproveitam tudo o que acontece no ambiente acadêmico.

De repente quando você perceber estará recebendo os convites da sua colação de grau e se não aproveitou vai se arrepender porque há um acelerador no relógio universitário e quando acordamos bum, acabou!

Em minha vida já passaram muitos calouros, veteranos e hoje formandos que me fazem tão feliz como professora. Meu primeiro agradecimento é a Deus que me presenteia todos os semestres com essas vidas que mexem tanto com a minha vida.

E o meu segundo agradecimento é a eles que alegram meu coração, que me enchem de entusiasmo e força para lecionar por amor. Obrigada meus presentes: Gisele, Jorge, Diego, Regina, Luara, Erika, Carol, Tiago, Babi, Jessica, Hanna, Nahle, Dinorá, Aline, Luciana, Adriano, Beth, Emerson, Ana, Grazi, Lucas, Pedro, Milena, Jaqueline, Bruno, Fernanda, Muriel, Fabiana e tantos outros que encantam o meu abecedário de A a Z.

Envolva-se no mundo acadêmico, curta todos os momentos e ao iniciar o curso de graduação já pense na sua especialização. Não pare de estudar! Invista em você.

11 COMENTÁRIOS

  1. Maravilhoso artigo, descrição perfeita da vida acadêmica e uma excelente professora!!!
    Obrigada pela privilégio de ter uma profissional como você na minha vida!! Sucesso e Parabéns🎉🎊

  2. #Gratidão

    “O inicio é assustador, diferente, proporciona novas emoções, uma pitada de medo e curiosidade, afinal estamos na facul! ”

    Essa pitada de medo ameniza quando encontramos professores dedicados que amam o que fazem…
    Hyud Priscila Serrao essa jóia rara, como não se apaixonar? A sua vocação não apenas profissional, mas também social, familiar, pessoal.
    Então aquele medo do novo e desconhecido que os calouros tem é discipado em minutos e se transforma em admiração e o primeiro pensamento que vem a mente é quando eu crescer quero ser igual a ela!!!

    Você me ensinou não somente o ofício da profissão, me mostrou na prática que “A única forma de fazer um grande trabalho é amar o que você faz”

    Obrigado por toda dedicação!!!

  3. #Gratidão

    “O inicio é assustador, diferente, proporciona novas emoções, uma pitada de medo e curiosidade, afinal estamos na facul! ”

    Essa pitada de medo ameniza quando encontramos professores dedicados que amam o que fazem…
    Hyud Priscila Serrao essa jóia rara, como não se apaixonar? A sua vocação não apenas profissional, mas também social, familiar, pessoal.
    Então aquele medo do novo e desconhecido que os calouros tem é discipado em minutos e se transforma em admiração e o primeiro pensamento que vem a mente é quando eu crescer quero ser igual a ela!!!

    Você me ensinou não somente o ofício da profissão, me mostrou na prática que “A única forma de fazer um grande trabalho é amar o que você faz”

    Obrigado por toda dedicação!!!

  4. Professora nota 10!
    Ensina de modo aplausivo sempre motivando os alunos com sua alegria em ensinar o “seu saber” e transparecer suas experiências vividas.
    Excelente artigo Priscila, lembro eu no 1° dia, pensava até em sair da faculdade, me assustou no início, sala grande com mais de 60 pessoas. Mas logo me senti segura, segura de que ali é o meu lugar e essa é a área que quero trabalhar, que envolvem pessoas, seres humanos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here