Existe vida emocional na saúde da mulher empreendedora?

1
503
Vida emocional na saúde da mulher empreendedora

Saúde emocional e empreendedorismo podem andar de mãos dadas!

Olá, caras empreendedoras! Tudo bem? Neste artigo vou mencionar algumas dicas de como lapidar e aliar sua vida emocional à saúde de seu espírito empreendedor! Vamos lá?

O momento econômico e político pelo qual o país passa atualmente, além da sobrecarga que ainda existe sobre a mulher no cotidiano, podem fazer com que ela enxergue de forma míope ou cegue sua inteligência emocional.

De acordo com pesquisa realizada em 2017 pela empresa Mental Clean no VI Fórum Empreendedoras, 43,46% das mulheres empreendedoras apresentavam quadro de sofrimento emocional.

Uma estatística muito séria e que, infelizmente, reflete a realidade de muitas mulheres.

Parece um cenário desanimador, mas, com uma boa dose de coragem e persistência, é bastante possível aliar saúde emocional e a nossa corrida (e, sim, apaixonante) vida de empreendedora!

Uma das competências mais essenciais e desafiadoras na vida de qualquer pessoa é o desenvolvimento da competência socioemocional, que, infelizmente, na maioria das vezes, não é incentivada e desenvolvida desde a infância – o que seria perfeito em um mundo ideal.

Foto: Pixabay – Suju 1527

No mundo dos negócios, lidamos diretamente com pessoas e o que as move de fato? Ah, sim… Suas emoções, certo? E nem sempre positivas…

Por essa razão, precisamos estar conectadas com nós mesmas, ou seja, reconhecer nossas próprias emoções e cuidar bem delas.

Adversidades e imprevistos fazem parte da vida no geral, não apenas do universo empreendedor. Por essa razão, é fundamental gerenciar nossas emoções e encarar os desafios com resiliência e positividade.

Refletir sobre as atitudes negativas externas pode nos trazer várias respostas sobre nós mesmas, afinal nossas reações diante de determinadas situações são nada mais que nosso próprio espelho e nem sempre somos capazes de enxergar isso!

Buscar o autoconhecimento não é uma tarefa fácil, porém dar o primeiro passo para embarcar nessa viagem já é um ótimo início de lapidação desse talento que todas nós temos oculto e pronto para despertar em algum momento da vida!

Embarque realizado, mas… qual caminho trilhar para chegar ao destino pretendido? Primeiramente, deixar para trás algumas bagagens que têm peso desnecessário, como o perfeccionismo, a descrença em si mesma e a mente fechada para mudanças.

Em seguida, a mulher empreendedora necessita desenvolver um olhar especial para o próprio interior e sentir que a autocobrança não vale a pena.

Buscar terapias pode ser o combustível para que as turbinas do avião rumo ao autoconhecimento nunca parem de funcionar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here