728 x 90

Frevo: Dança Energizante e Cultural de Setembro

Frevo: Dança Energizante e Cultural de Setembro

Uma dança saudável que movimenta todo o corpo

Frevo, uma dança vibrante enraizada em Recife, Pernambuco, celebra setembro e seu criador, Osvaldo Almeida. É terapia cultural!

Setembro é mês do frevo porque o dia dessa dança é comemorado dia 14 de setembro, pois nessa data nasceu o jornalista Osvaldo da Silva Oliveira Almeida, principal divulgador e criador da dança.

Além disso, nesse mês, há o “Setembro Amarelo”, que consiste em campanhas contra o suicídio.

Aliás, profissionais de Saúde Mental consideram o frevo como uma das danças que ajuda no combate à depressão, pois libera substâncias no organismo como: dopamina e oxitocina.

Em 2007, essa dança foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Já, em 2012, o frevo foi colocado na Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas (Unesco).

O frevo nasceu no século XIX na cidade de Recife, em Pernambuco.

Essa dança surgiu no Carnaval, daquela época, numa competição entre as bandas militares e os escravizados que tinham se tornado livres.

Reza a lenda que em um dos carnavais, do século XIX, uma banda de marinheiros se encontrou com uma banda de ex escravos.

Mas como estava chovendo, os participantes dos dois grupos, passaram a pegar as sombrinhas dos espectadores e de uma forma brincalhona começaram a brincar com qualquer tipo de guarda-chuva.

Assim resolveram dançar com as sombrinhas de forma frenética.

Por isso, no começo as sombrinhas dessa dança tinham tamanhos normais. Mas foram diminuindo de tamanho com o passar do tempo.

Pois as sombrinhas menores facilitam os movimentos dos bailarinos.

A mesma lenda também conta que naquele mesmo Carnaval, do século XIX, os espectadores começaram a gritar frases como:

  • Ficarão com febre porque estão dançando na chuva!
  • Esses dançarinos parecem que estão fervendo!
  • Parecem que estão com febre!

Alguns imigrantes ingleses, que existiam em Pernambuco naquela época, exclamaram a seguinte palavra:

  • Fever!

Então o jornalista, Osvaldo Oliveira, ao perceber tudo isso, disse:

  • Essa dança se chamará frevo.

Assim, esse jornalista usou o termo acima no primeiro artigo onde ele escreveu sobre essa dança.

Segundo o professor, Antônio Sandmman, do curso de Letras da UFPR o frevo é uma variante do verbo ferver, ou seja, “frever”.

Suas características são:

  • Músicas rápidas e geralmente sem letras.
  • Uso de instrumentos de sopro nas músicas.
  • Bailarinos com sombrinhas coloridas.
  • Uso de elementos da capoeira.
  • Movimentos acrobáticos.

Pessoas de todas as idades podem dançar o frevo, desde crianças até idosos.

Entre 2018 a 2022 dei aulas de Dança, no Centro Cultural Gabriela Valentina, e um dos ritmos que eu trabalhava era o frevo.

Inclusive dei aulas adaptadas de frevo para idosos.

Trecho de vídeo de aula de frevo adaptada para a terceira idade:

O frevo é uma manifestação cultural que traz benefícios para a Economia e para o Turismo.

Que tal aproveitar o mês do frevo e aprender essa dança?

Há vários vídeos gratuitos que ensina frevo nas redes sociais.

Clique aqui e acesse, curta e compartilhe minhas outras matérias

12 - 0

Thank You For Your Vote!

Sorry You have Already Voted!

Posts Carousel

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Latest Posts

Top Authors

+ Comentado

Vídeos em Destaque

12 - 0

Thank You For Your Vote!

Sorry You have Already Voted!