Janeiro branco e a importância da saúde mental

0
162
Janeiro branco
Janeiro branco e a importância da saúde mental

Psicólogos de todo o Brasil, se dedicam, especialmente, no mês de janeiro para a uma valorização da importância da saúde mental.

Janeiro branco é uma campanha brasileira em prol da saúde mental, iniciada em 2014, por psicólogos de Uberlândia, Minas Gerais, que incentiva as pessoas a mudarem suas vidas e buscarem o que as faz felizes.

A saúde mental é importante para todas as pessoas.

Se você quer entender mais sobre saúde mental, que é um conceito amplo, primeiramente vai precisar se atentar para o que é saúde. A definição da Organização Mundial da Saúde (OMS) é a seguinte:

“Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a mera ausência de doença ou enfermidade”.

Falar sobre saúde mental exige uma interface às várias dimensões da nossa existência. Saúde física, emocional, relacional, espiritual etc., tudo isso atrelado ao sentimento de bem-estar, prazer e alegria de viver.

Manter a saúde mental em dia exige cuidados básicos. E talvez o primeiro deles seja o sentimento de estima e consideração por nós próprios, para nos manter mais equilibrados, mais saudáveis.

A saúde mental é para todos, além de ser um direito de todo e qualquer cidadão, já que a própria Constituição Federal de 1988 diz no Art.196:

“A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”.

Contudo, penso além. Por mais que seja, inclusive um dever do estado, garantir a saúde das pessoas e isso inclui, logicamente a saúde mental, é dever de cada um de nós cuidar bem de si próprio.

Um psicólogo, um psicoterapeuta, só pode ajudar quem quer ser ajudado. Entretanto, muitas vezes, quem está com o humor muito rebaixado, triste, sem esperanças, desmotivado, pode precisar de um olhar atento, de um socorro, uma mão amiga para ajudar quem está mal a chegar até a ajuda certa.

Existem muitas formas de preservação/manutenção da nossa saúde mental que excluem cuidados específicos mediados por profissionais de saúde. Contudo, há também aqueles casos mais persistentes e/ou severos que vão precisar de cuidados prestados por um profissional de saúde mental.

Costumo dizer para muitas pessoas que me procuram para alguma intervenção terapêutica, que o barato pode sair caro. Não dá para querer fazer psicoterapia com a manicure, com a cabeleireira, o padeiro etc. Tudo bem que uma boa conversa pode ser terapêutica, mas não significa que seja psicoterapia.

Um profissional de saúde mental está preparado para oferecer a ajuda certa. Aquela que não é atravessada por “achismos”, dogmas religiosos ou preconceitos. Esse profissional para conduzir o seu trabalho precisa estar ancorado na ciência.

Muitos psicoterapeutas se dedicam cada vez mais, principalmente nos últimos tempos a ter acesso a conhecimentos que permitam oferecer ao cliente um trabalho mais interativo, que contempla a saúde de forma integral, além de muitas vezes utilizar na condução do processo terapêutico metodologias de trabalho que costumam favorecer em menor tempo, a melhora dos clientes.

Não existe uma receita pronta para garantir como cuidar da sua saúde mental. Contudo vou dividir com você algumas dicas básicas para assegurar o seu bem-estar.

12 dicas de saúde mental – de janeiro a janeiro
  1. Entenda mais sobre você. O que gosta e o que não gosta;
  2. Estabeleça rituais de amor próprio. Você tem o direito (e o dever) de se cuidar;
  3. Não tente contrariar a sua natureza. Você é exatamente quem precisa ser;
  4. Nem demais, nem de menos. Os excessos podem ser sinônimos de disfunções;
  5. Mantenha a responsabilidade pela a sua vida e a sua felicidade. Ninguém além de você nasceu com essa missão;
  6. A sua felicidade é importante. Mas ninguém é feliz o tempo todo;
  7. Mudanças nos tiram da zona de conforto. Contudo são possibilidades para uma vida mais satisfatória;
  8. Não se compare. Você é único!;
  9. O que é importante para você pode não ser importante para o outro. E tudo bem!;
  10. Aprenda a focar na solução ao invés de olhar o problema com lente de aumento;
  11. A sua espiritualidade pode ser um porto seguro para todos os momentos de sua vida. Os bons e os não tão bons;
  12. Você sempre terá mais do mesmo. Cuide dos seus pensamentos para garantir uma melhor qualidade de vida.

O estresse, a correria diária ou até mesmo a falta de rumo, as rotinas alteradas, a solidão que o distanciamento social nos impõe em virtude da pandemia do Covid19, têm contribuído para que muito de nós, agora, entenda melhor sobre o que é saúde mental, ou melhor, o que a falta dela, ocasiona.

É hora de se redescobrir! Se reinventar pode acabar sendo a sua melhor versão. Que tal tentar? Comece do seu jeito e siga na velocidade que você dá conta de acompanhar.

Gratidão e amor!

Assista a Live sobre o Janeiro Branco

Clique aqui e acesse, curta e compartilhe minhas outras matérias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui