O Natal na Turquia – Comemora-se ou não?

O Natal e outras festas religiosas ocidentais

O Natal na Turquia anteriormente era inexistente, porém com o passar do tempo, essa data foi introduzida em muitas casas, mas veja como aconteceu.

Há 12 anos essa comemoração era inexistente. Quando cheguei aqui, a coisa mais rara era encontrar um objeto de decoração natalino. A única exceção eram as lojas da IKEA (rede multinacional de lojas de origem Sueca). Ali você encontrava bolas, árvores, festões e pisca piscas.

Com o passar do tempo e a popularização da internet, as pessoas começaram a tomar conhecimento dessa data e suas comemorações ao redor do mundo, passaram a admirar a decoração, os mercados de natal, as luzes, o ambiente, enfim.

Por ser um país 98% de denominação muçulmana, evidentemente, festas como o Natal, Páscoa, Corpus Christis, não existem por aqui. Na verdade, convenhamos, mesmo no mundo cristão/ocidental, esse fator religioso se perdeu com o tempo, passando a ser uma festa de reunião familiar, troca de presentes, musica, enfim, passou a ser comércio.

Devido ao sucesso e o interesse geral, algum empreendedor com muita visão comercial, começou a introduzir a venda e estimular a comemoração do Ano Novo. Sim, é esse o nome que eles dão a esse período. Árvore de Novo Ano, decoração de novo ano…

Páscoa e outros feriados cristãos continuam inexistentes por aqui, mas o Natal, esse sim foi adaptado a cultura turca.

İsso nos mostra que não existe terreno infértil para o comércio. O que existe é visão e oportunidade.

E você? Como enxerga os problemas e diferenças na sua carreira, na sua vida? Uma barreira ou uma oportunidade?

Desejo sucesso a vocês e um natal carregado de bênçãos daquele que nasceu e morreu por mim e por ti.

A Ele toda honra e toda a glória.

Feliz Natal.

 

Árvore na Turquia – Foto: Adriana P Celayır

 

Clique aqui e acesse, curta e compartilhe minhas outras matérias.

Compartilhar

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Telegram
Pular para o conteúdo