O Vitimismo é uma doença e pode destruir sua vida

0
16222
O Vitimismo
O Vitimismo é uma doença e pode destruir sua vida

Será que você sofre ou já sofreu desta doença?

O Vitimismo é uma doença e pode destruir sua vida, quando você não se responsabiliza por seus erros e fica estagnado, colocando a culpa em qualquer coisa.

De acordo com o dicionário online, Vitimismo é o sentimento de ser vítima; é a sensação de quem está ou foi sujeito a opressão, maus-tratos, arbitrariedades, discriminação etc.

Geralmente a pessoa que sofre de Vitimismo, tem sempre essa percepção sobre o que lhe acontece: sua vida não avança porque o Vitimismo não deixa. A culpa sempre é dos outros e nunca da pessoa que é vitimista.

Você já observou que quando um problema aparece você esta no meio alguma forma?!

Quando eu era menor, minha mãe sempre, me dizia: “Pare de se fazer de vítima”, e eu ficava irritada com aquilo, pois não entendia o que ela queria dizer.

Porque o Vitimismo pode destruir sua vida? Porque o impede de assumir a responsabilidade de sua vida. Muito mais fácil achar culpados do que tomar a responsabilidade para si.

Eu me perguntei por durante anos, porque ela sempre dizia aquilo. Afinal de contas, eu só era daquele jeito, porque as pessoas me tratavam daquela forma!

Como eu já sofri muito desta doença vou compartilhar com vocês o tipo de pensamento que era mantido em minha mente, a fim de causar mais situações para que a doença permanecesse.

O que eu pensava:

  • Eu não escolhi estar aqui;
  • Não pedi para minha mãe biológica morrer;
  • Não tenho culpa de ser devagar!;
  • Não gosto da minha cor;
  • Ninguém me entende;
  • Não presto para nada mesmo;
  • Detesto ser gorda;
  • Meu nariz é horrível;
  • Por que eu tenho que estudar a semana inteira para aprender algo que todo mundo aprende em um dia?;
  • Se o governo fosse mais justo, eu não estaria nesta situação, não mesmo!;
  • Por que para mim as coisas são mais difíceis?
  • Por quê, Deus fez isto comigo?

Se por acaso, questões semelhantes a estas passam ou passaram por sua mente; sinto em dizer: Você tem o vírus do vitimismo!

Eu era uma vítima em estado agudo e nem percebia.

Graças ao bom Deus, isto começou a mudar.

Para minha sorte, a mudança começou aos 18 anos, quando eu descobri que eu era de fato uma filha de Deus. Que Ele, se importava de verdade comigo. Ele sabia quem eu era e onde morava. Conhecia minha mente e coração.

Todos nós fomos criados a imagem e semelhança de Deus. Ele parou tudo para criar você. Ele te conhece melhor do que você mesmo. Ele nos conhece na nossa essência.

Tudo o que Deus criou é perfeito! Nenhuma folha de uma árvore cai sem o consentimento Dele!

Desde aquele dia, minha vida nunca mais foi a mesma!

Minha jornada nesta terra tem se tornado maravilhosa. Meus dias se transformaram em novas oportunidades. Passei por um processo depressivo, tomei medicação por um bom tempo (Rivotril e Zoloft), e Deus novamente, me abriu as portas e deu-me a oportunidade de continuar escrevendo a minha historia, do meu jeito.

Hoje eu sou melhor do que fui ontem. E amanhã serei melhor do que fui hoje.

Tenho lidado melhor com as coisas que não posso mudar. Não sofro porque as coisas não acontecem da forma que planejei.

Nós somos 100% responsáveis por tudo o que nos acontece. Não podemos mudar o mudo, mas podemos mudar o mundo ao nosso redor.

Quando você muda, o mundo muda, quer dizer que nada pode alterar o seu estado interior, a menos que você o permita. Quando estamos conectados com nossa essência divina, sabemos quem somos, e nosso proposito.

Está na hora de nós segurarmos o boi pelos chifres, e caminharmos a nossa própria jornada.

Se continuarmos colocando a culpa nos outros nada vai mudar. Ainda que seja verdade, só cabe a cada um de nós, escrevermos nossa história, porque no final, será apenas o nosso Eu e Deus.

Você é o protagonista da sua vida. Você pode ser vítima ou mudar sua vida. A decisão é sua!

Concluirei, com as palavras de Jesus Cristo em Mateus 25:14–30

A Parábola dos Talentos

Clique aqui e acesse, curta e compartilhe minhas outras matérias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here