30 de abril – Comemorado o Dia do Ferroviário

0
80

O ferroviário é mais do que o trabalhador das estradas de ferro, pois durante muito tempo ele garantiu o desenvolvimento do país

O transporte ferroviário está ligado com a primeira revolução industrial, pois ela ficou marcada pela invenção da locomotiva.

As qualidades que um maquinista deveria ter antigamente eram:

  • Capacidade para aguentar o calor do forno.
  • Boa visão.
  • Atenção para verificar se existia algum ser vivo na linha.
  • Conhecimentos de mecânica.
  • Raciocínio lógico e rápido.

O dia do ferroviário é comemorado dia 30 abril porque neste dia em 1854 foi inaugurada a primeira linha de ferro brasileira: a Estrada de Ferro Petrópolis também apelidada de Estrada Mauá.

Pois ela foi um empreendimento do empreendedor Irineu Evangelista de Sousa que recebeu o título de Barão de Mauá.

Esta estrada de ferro começava no Rio de Janeiro e acabava em Petrópolis.

A inauguração desta primeira estrada de ferro contou com a presença ilustre do Imperador Dom Pedro II.

Do século dezenove até meados do século vinte, o trem foi o principal meio de transporte usado em nosso país.

O transporte de cargas por trem é mais ecológico porque reduz o número de caminhões na estrada.

Inclusive durante a greve dos caminhoneiros, ocorrido meses atrás, as pessoas se conscientizaram da importância dos trens em nosso país.

Infelizmente a profissão de ferroviário está em extinção porque o governo prefere investir em rodovias para carros e caminhões. Pois o Brasil é um país de estradas.

Além disto, nos anos 50, os trens ficaram de fora dos planos econômicos do presidente Juscelino.

Sem falar que as empresas automobilísticas exigiram que o Brasil construísse mais estradas e deixasse as ferrovias de lado.

Aliás, muitos críticos falam que construir um metrô em Curitiba seria inviável. Porém a construção de estradas de ferro seria uma boa ideia porque a capital do Paraná tem estruturas para trens.

Além disto, em Curitiba, existe o Museu do Ferroviário dentro do Shopping Estação, onde funcionava uma estação de trem antigamente. Porém, infelizmente, poucas pessoas sabem disto.

Créditos do vídeo: Canal Estruturando Ideias

Este museu tem entrada gratuita é aberto ao público.

Porém, uma atividade turística e lucrativa no Paraná é a excursão ferroviária pela Serra do Mar Paranaense.

Foto de Brunno Covello | Gazeta do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here