A Black Friday 2020: a hora e a vez da transformação digital

0
1450
A Black Friday 2020
A Black Friday 2020: a hora e a vez da transformação digital

Desde o início da Black Friday nunca o meio digital foi tão importante como nesse ano

A Black Friday tem crescido cada vez mais no Brasil com o passar dos anos, só que nesse ano de 2020 ele deve ganhar cara nova. O isolamento social provocou diversas mudanças, principalmente, na forma como o consumidor passou a comprar produtos e serviços na pandemia.

Segundo levantamento da Ebit/Nielsen, o faturamento de lojas online cresceu 47% no primeiro semestre em comparação ao mesmo período do ano passado, totalizando 90, 8 milhões de compras.

Esse crescimento se deve justamente pelo momento atual onde milhões de brasileiros, alguns já acostumados (cerca de 41 milhões consumidores ativos), outros não (7,3 milhões que compraram pela primeira vez).

Nesse caso, tiveram durante o período de isolamento a oportunidade de receber no conforto da sua casa ou escritório os mais variados produtos e serviços, percebendo que com isso ganharam mais tempo, opções de escolhas e praticidade.

Por outro lado, a Black Friday pode ter menos ofertas neste ano, no entanto, as promoções devem se estender por todo mês de novembro, buscando evitar aglomerações nas lojas físicas para a data.

Porém, sabemos que como cultura, o brasileiro sempre deixa tudo para em cima da hora, mesmo assim, em alguns locais haverá aglomeração por conta de promoções de última hora, por isso, cabe aos consumidores e empreendedores evitarem ao máximo para que isso aconteça.

Outro fator que precisa ser apontado é que, neste período de liquidações, o dinheiro virtual reinará como nunca.

Então algumas formas de pagamentos digitais devem se popularizar nesse evento: pix, pagamento por link e pagamento por aproximação, vale presente, vouchers, além é claro, dos consumidores estarem em busca de lojas que ofereçam programa de cashback para as compras realizadas.

Vamos pensar em oportunidades e ameaças para ambos os lados:
Empreendedores:

Oportunidades:

  • Momento para recuperar os resultados em vendas perdidos durante o auge da pandemia.
  • Oportunidade de atrair novos clientes para sua base de dados e trabalhar futuras campanhas
  • Ativar novos canais de vendas e meios de pagamentos
  • Criar um mix de produtos e serviços e tornar as vendas mais lucrativas mesmo com o oferecimento de desconto e benefícios aos clientes
  • Novo posicionamento da marca para atrair novos clientes e segmentos.

Ameaças:

  • Não olhar a margem de lucro dos produtos oferecidos
  • Não colocar no centro de custo a operação logística
  • Não gerenciar o estoque
  • Não criar políticas de trocas bem definidas
  • Não planejar a logística de entrega
  • Não cumprir prazos estipulados.
Consumidores:

Oportunidades:

  • Aproveitam Descontos e Benefícios para produtos ou serviços que já estavam precisando ou desejando adquirir
  • Adiantar as compras de final de ano e aproveitar o Décimo Terceiro para não precisar fazer dívidas.

Ameaças:

  • Não validar se o desconto oferecido é real
  • Não fazer um planejamento financeiro determinando qual o orçamento será destinado para comprar o necessário para não se endividar com compras desnecessárias.
  • Evitar comprar pela emoção por achar que está barato

Qual o segredo da melhor experiência para o Black Friday 2020 – PLANEJAMENTO!!!

Acesse outras matérias de minha autoria, clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui