A greve dos caminhoneiros deixou seu negócio em maus lençóis?

0
79
Momentos de crise

Estamos vivendo um momento pontual, a greve dos caminhoneiros e consequente falta de combustível nos postos, que impactou profundamente toda a economia do país.

Serviços essenciais para o bom funcionamento de um negócio pararam, ou se tornaram mais lentos do que já eram.

Quem trabalha com e-commerce, por exemplo, já estava vivenciando uma verdadeira crise com a instabilidade recorrente dos serviços dos correios, o aumento repentino dos valores de entregas, greve e recusa a realizarem entregas em determinadas localidades.

Ainda nem tínhamos nos recuperado de tantos problemas e fomos “pegos de surpresa” pela greve dos caminhoneiros que praticamente parou o país.

Em fóruns sobre e-commerce, onde estão os donos de negócios que funcionam prioritariamente neste modelo, vemos muitas discussões sobre a baixa nas vendas com toda essa crise.

Aí eu pergunto para você, meu leitor e minha leitora, que tem um negócio, seja ele no meio online ou não: Seu negócio não é blindado contra crises eventuais?

Se a sua resposta for não, eu preciso lhe tornar consciente que o problema não está na crise, não está na greve, nem mesmo na economia do país. O problema está em você!

E antes que você pense que estou te culpando pelas mazelas do país e por aquilo que não conseguimos controlar, vou te dizer que para empreender é necessário ter determinadas habilidades, que vão te levar a ter determinadas ações para resguardar o seu negócio da conjuntura econômica e política do país.

É isto que vai determinar o sucesso ou fracasso do seu negócio nos momentos em que a crise se fizer presente.

E está tudo bem se você não tem todas essas habilidades quando começa um negócio. Mas permanecer sem desenvolver as habilidades que seu negócio requer, aí sim, é um problema grave! E esse problema é todinho seu.

Se tem uma coisa que é certa em qualquer negócio é que ele vai passar por crises. Seu negócio não está separado do contexto econômico e político do país e do mundo.

Ainda que você o configure para depender o menos possível destes fatores, não tem jeito. Ele está atrelado aos altos e baixos econômicos e políticos. Faz parte do todo.

E se tem algo que é certo, é que a economia e a política não são algo estático, elas oscilam. Historicamente passamos por crises econômicas e políticas no Brasil e no mundo com fortes impactos nas empresas.

Algumas crises mais longas e impactantes, que inclusive transformam a forma de se fazer negócios em uma era; e outras, mais numerosas e pontuais, mas nem por isso, menos importantes.

Aí eu te pergunto, e a sua resposta a isso é muito importante: Você e seu negócio não estavam preparados para passar por algo que acontece numerosas vezes na história do nosso país?

Bom, existem quatro habilidades que todo empreendedor de sucesso tem, e que se você ainda não tem, precisa desenvolver rapidamente.
A primeira é a antecipação do futuro. Calma! Você não precisa virar vidente!

Mas ao analisar as tendências, os ciclos econômicos e políticos, pode-se ter uma visão clara do que se espera para o mercado brasileiro e internacional para os períodos seguintes. E crises, meu amigo leitor, são cíclicas… elas sempre aconteceram e sempre acontecerão.

Então nós passamos para a segunda habilidade que é estar preparado para o que você vislumbrou com o seu olhar estratégico sobre o futuro.

Falando de maneira bem simples, estar preparado é “não colocar todos os ovos em uma mesma cesta!”

Exemplificando com um e-commerce: se a sua única forma de entrega é os correios, e eles entram em greve do dia para noite, você está com um problemão!

Se você não oferece opções de retirada e entrega dos produtos, tendo o frete como sua única opção e não tem mais combustível o país, você não vende mais.

O problema está em todos os ovos na mesma cesta. O problema está na ausência de cartas na manga. As opções paralelas que todo negócio precisa ter.

Ainda que você seja impactado com a crise… e será! Você tem opções que vão lhe gerar apoio para passar por este momento pontual. Seu negócio não vai fechar as portas!

Agora, vou falar da terceira habilidade, que para mim é ponto mais importante: se relacionar com seu público.

É o que eu sempre digo: “pessoas compram de pessoas”.

O que você tem feito para tornar seu relacionamento com seu cliente, ainda que mediado pela tecnologia, mais humano?

Se você não tem uma relação pessoalizada com seu público; se você não fidelizou seus clientes; não gerou neles o sentimento de confiança e amor pela sua entrega; não gerou valor na vida das pessoas; na primeira instabilidade que atingir o seu negócio eles vão esquecer de você e migrar para o concorrente.

A quarta habilidade, para fecharmos com chave de ouro, é a agilidade na tomada de decisão.

Eu tenho como um norte para mim, pessoalmente, uma frase do Tony Robbins que diz que “pessoas de sucesso tomam decisões rápidas por que sabem exatamente para onde estão indo”.

Aqui na empresa, nós uma visão muito clara sobre isso: a satisfação dos nossos clientes é o “para onde estamos indo”.

A crise, a instabilidade, ou seja, lá o que acontecer, acontece e nós pensamos:

“o que precisamos fazer nesse momento para que o resultado final (a entrega ao cliente) seja menos impactado?”.

“Como tornar a experiência do cliente com a nossa entrega cada vez mais incrível?”.

Mas, a decisão só é rápida porque temos opções, que foram construídas lá nas etapas anteriores: não colocando todos os nossos ovos em uma única cesta!

Então os correios entram em greve, mas temos transportadoras como opção.

As entregas pararam porque não tem combustível, há a opção de retirada no ponto físico. Mas o cliente mora longe e não tem como retirar, há uma lista de clientes, com produtos já separados, aguardando em contato direto com você para quando tudo se normalizar e as entregas voltarem.

Depois dessa leitura, eu te pergunto: E você? Tem um plano de negócios blindado contra as eventuais crises? Conta para mim nos comentários.

Se você é empreendedora, te convido a fazer parte da Rede Empreendedoras Online, que eu criei com muito carinho para ser um espaço de troca sobre o empreendedorismo feminino nesse mundo digital.

Basta clicar no link a seguir: Rede Empreendedora Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here