Coluna seu alicerce físico e emocional

0
50
Coluna seu alicerce físico e emocional

É sabido por todos que a coluna é o alicerce, que sustenta toda a estrutura do corpo.

Sendo a Coluna seu alicerce físico e emocional, é bom conhecermos um pouco mais sobre essa parte do corpo de uma forma bem simples e explicativa.

Problemas de coluna podem ter origem traumática ou ter origem de fundo emocional que é o que chamamos de conflitos biológicos. Vamos falar, sobre esse assunto e a relação da dor nas costas com as respostas biológicas do corpo.

Dor nas costas é um sinal de que algo está errado. O início súbito de dor ou uma dor nas costas crônica e enfraquecedora, poderiam indicar que ocorreu uma fratura da coluna vertebral.

Os ossos de sua coluna vertebral podem quebrar ou fragmentar-se como resultado de perda óssea. A menopausa e a osteoporose primária não são as únicas culpadas quando se trata de perda óssea.

Câncer, quimioterapia, radioterapia, hipertireoidismo e uso prolongado de corticosteroides também causam perda de massa óssea e aumentam seu risco de fratura.

Esses traumas não entram nos conflitos biológicos do corpo, o corpo somente vai recuperar esse tecido causando a dor, inflamação, inchaço e, em outras situações, onde as estruturas da coluna são afetadas sabendo que há uma relação dessa dor com os acontecimentos da nossa vida e nossos sentimentos ou emoções que estão sempre paralelos a isso.

Essas pessoas sempre relatam problemas de autodesvalorização, sentem-se desvalorizadas em uma área de sua vida como, por exemplo, não se sentem apoiadas pela esposa, ou marido, sentem que o trabalho está uma droga, que nada está como gostariam, que não conseguem ajudar seus filhos etc.

Isto tudo, na verdade, é uma autodesvalorização causada por alguns impactos biológicos porque a pessoa não se sente capaz de fazer o que ela realmente quer fazer ou é obrigada a fazer algo que ela não quer.

Nós temos dois tipos de músculos, basicamente, que agem sobre a coluna vertebral, os mais profundos e os mais superficiais, como também os mais distantes da coluna, que também tem influência na estabilidade.

Os músculos são um dos principais caminhos para manter uma coluna saudável, e fica claro que quando as emoções vêm com muita intensidade afeta a parte muscular, gerando dores e desestabilizando a pessoa por completo.

Comece a notar quando você está sentindo a dor, é importante observar o que aconteceu na sua vida, o que fez melhorar ou piorar naquele exato momento.

Então chegou a hora de ter esse novo olhar para entender como tudo ocorre em seu corpo e a melhor forma de acabar com a dor nas costas é descobrindo a real causa seja ela traumática ou de fundo biológico.

Quando a dor é de fundo emocional os sintomas são ainda mais fortes: a dor pode irradiar para outras áreas do corpo, como pernas, braços, nádegas, etc..

Em alguns casos, a dor na coluna pode ser considerada incapacitante, reduzindo significativamente a qualidade de vida do indivíduo. Também é comum a perda de sensibilidade e uma sensação de queimação e formigamento na região (que também pode irradiar).

É preciso eliminar o que está produzindo esta dor através de caminhos alternativos e permitir sempre a autocura do corpo.

A acupuntura representa atualmente uma opção terapêutica para dor lombar, principalmente nos casos refratários ao tratamento convencional acima descrito.

Tem ação local e sistêmica, promovendo analgesia e relaxamento muscular e combatendo a inflamação, e em algumas poucas sessões pode ajudar melhorando o quadro de dor e contraturas.

A nível central a acupuntura modula a liberação de neurotransmissores e hormônios neurais, liberando opioides endógenos.

Dessa forma, a acupuntura não apenas alivia a dor, mas também harmoniza os distúrbios físicos e psicológicos por ela provocados. É um método seguro inclusive para idosos e gestantes, diminuindo a necessidade do uso de medicamentos, e pode ser usada a longo prazo como suplemento do tratamento ortopédico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here