Como e qual o propósito de montar um Guarda Roupa Cápsula

0
1280
Cabides - Guarda Roupa Cápsula

Você já deve ter ouvido falar sobre o armário ou guarda roupa cápsula, tendência que vem crescendo junto ao conceito slow fashion.

São movimentos sustentáveis que propõem consumir menos com mais qualidade, como uma alternativa à produção em massa. Ideias não tão novas.

A estilista Susie Faux criou o conceito do “armário cápsula” na década de 1970, com a ideia de dispor de peças de roupas essenciais que fazem parte do estilo pessoal e alguns itens de moda.

Com a finalidade de ter pouca quantidade com muita qualidade com associações e combinações entre si que funcionem para as mais diversas ocasiões.

Essa fórmula simboliza funcionalidade e transparência no momento de escolher o que vestir, busca praticidade no dia a dia.

Esse pensamento sofreu uma releitura feita pela blogueira americana Caroline Joy Rector e tem como objetivo primário simplificar a vida dos seus adeptos.

A proposta que tem mexido com a cabeça de algumas mulheres apaixonadas por moda, o guarda roupa cápsula propõem uma quantidade de vestimentas compacta, fazendo com que a pessoa que ousa experimentá-lo repense o modo como consumiu moda até então.

Carolina, do blog Unfancy, adepta desse recurso há 5 anos disse em seu site: “Eu pensei que fosse odiar. Afinal, fazer compras era o meu negócio. Mas aconteceu que, ao ter menos, eu senti que tinha mais”.

Gostou tanto que continua fazendo, num movimento de reunir, a cada três meses, 37 peças versáteis que condizem com as necessidades da estação vigente. Os itens dos outros períodos são guardados ou doados.

O ideal é que ele conte com 30, no máximo 40 peças, entre sapatos, partes de cima (blusas), partes de baixo, vestidos e casacos. Não contam os acessórios e roupas íntimas.

Cada pessoa deve definir a quantidade e quais as peças para compor sua cápsula conforme suas necessidades e estilo de vida.

Ela contou para a revista Marie Clair Mexicana que, ao mudar seu guarda roupa, beneficiou-se com a valorização de cada peça e com a criação de combinações mais interessantes, diz:

“Para mim, ter um armário cápsula significa dedicar mais tempo e energia ao que realmente importa e menos tempo decidindo sobre o que vestir, comprando e lavando roupa. Agora sempre sinto que tenho algo incrível para usar tanto em um brunch de domingo, quanto em uma reunião de negócios.”

Para Caroline a seleção ideal consiste em 09 pares de sapato, 09 peças de baixo, 15 peças de cima, 02 vestidos e 02 casacos. Antes de definir ela pensou bem sobre quantas peças queria e/ou precisava de cada categoria.

Como durante a temporada não são adquiridas novas mercadorias, Caroline consegue economizar US$500,00, durante os 3 meses em que o armário está pronto. Valor que costuma investir em poucas peças de qualidade na transição de períodos.

Guarda Roupas Cápsula – Consumo consciente

Acredito que todas conseguimos imaginar o desafio que é fazer uma mudança assim em hábitos e estilo de vida, por isso em seu blog Carolina disponibiliza uma ferramenta para o planejamento (http://www.un-fancy.com/wp-content/uploads/2014/04/capsuleplanner.pdf) do seu armário cápsula.

No Brasil muitas mulheres já fizeram o teste, uma delas é a curitibana Silvia Henz que aderiu à tendência há mais de três anos e explicou para o jornal a gazeta do povo em novembro de 2017 que “O armário cápsula é para deixar a vida leve, não existe uma polícia controlando” portanto não há uma regra rígida, cada pessoa pode procurar como se adaptar a ele.

A publicitária brasileira do blog Teoria da Criatividade, Gabriela Barbosa, também criou o seu guarda roupa cápsula e conta sua experiência.

Para Gabi o mote foi um momento de insatisfação com suas roupas em que só usava 20% do que tinha no armário, seguiu passo a passo o que a americana diz em seu blog.

Fez um armário para estação, buscou uma cartela de cores, gráficos para detectar suas ocupações diárias e as roupas necessárias para elas.

E conta “Nos 3 meses que passei com 37 peças (contando com os sapatos!), eu nunca imaginaria que não iria repetir nenhum look, mas foi o que aconteceu. Foram 13 blusas, 7 blusas de frio/casacos, 9 partes de baixo e 8 sapatos para meu armário de “inverno” (porque, né, BH não tem esse friozão).

Para me ajudar, comprou um App chamado Stylebook Closet, que é um guarda roupa na palma da mão, onde planeja os looks e ainda vê estatísticas de quantas vezes cada peça foi usada.

E completa ”Uma das partes mais importantes foi a viagem que fiz para dentro de mim mesma.”

Autoconhecimento é fundamental para acertar na criação do seu armário cápsula. Para isso você pode contar com a ajuda de um profissional de estilo ou seguir as dicas.

1. Estilo de Vida

Pense no seu dia a dia, o seu trabalho, lugares que frequenta.

2. Estilo Pessoal

Tente identificar como gosta de se vestir, pode buscar referencias em pessoas famosas e também lembrar das roupas que quando você usa sente-se super bem.

3. Cores

Procure as cores que lhe caem melhor e faça uma cartela para a estação de vigência do seu armário cápsula.

4. Acervo Pessoal

Analise o que tem em seu guarda roupas aproveite o máximo de peças e se necessário faça uma lista com itens complementares que precisa.

5. O Armário em Si

Hora de selecionar as suas peças, de 30 a 40, não se exceda para não perder o sentido. Lembre-se de que é cápsula.

Vou acabar essa conversa com um desafio que tal pensar bem e criar o seu próprio “guarda roupa cápsula”, escrevendo sobre o assunto confesso que fiquei bem curiosa para experimentar, quem sabe sou uma dessas pessoas que se adapta bem ao processo e se torna meu novo hábito de consumo e estilo para mim?

Então vamos lá!

Farei meu “armário cápsula” agora, no outono em Curitiba, a data exata é de 20 de março à 21 de junho, achei importante saber como o clima estaria nesse período e descobri que as temperaturas irão de 29º a 8º graus, mas quem conhece Curitiba sabe que aqui podemos ter as 4 estações do ano em um dia.

Para quem tiver vontade de acompanhar vou mostrar no meu blog e minhas redes sociais, sejam bem-vindas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here