728 x 90

Holocracia: Uma Abordagem Inovadora para a Gestão de Negócios

Holocracia: Uma Abordagem Inovadora para a Gestão de Negócios

Descubra como a Holocracia revoluciona a forma como as empresas são gerenciadas

Holocracia é uma abordagem de gestão inovadora que desafia as estruturas hierárquicas tradicionais, trazendo uma gestão descentralizada.

Com base em uma estrutura organizacional descentralizada, a Holocracia capacita os colaboradores a tomarem decisões e assumirem responsabilidades em seus respectivos papéis.

Essa prática está transformando a maneira como as empresas operam, promovendo a agilidade, a transparência e a colaboração em todos os níveis.

A Holocracia: Uma Nova Forma de Gestão

Foi desenvolvida por Brian Robertson em 2007, como uma alternativa às estruturas de gestão tradicionais. Nesse modelo, o poder é distribuído entre os colaboradores, não se limitando apenas a uma única pessoa ou grupo.

Uma metodologia que incentiva a autonomia, a autogestão e a responsabilidade individual, permitindo que as empresas se adaptem rapidamente às mudanças do mercado e tomem decisões ágeis.

Principais Conceitos da Holocracia

  1. Círculos: A Holocracia é organizada em torno de círculos, que são unidades autônomas responsáveis por funções específicas. Cada círculo tem seu propósito e autonomia para tomar decisões relacionadas a suas atividades.
  2. Papéis: Dentro de cada círculo, os colaboradores assumem papéis específicos. Cada papel tem suas responsabilidades claras e autoridade para tomar decisões relacionadas a essas responsabilidades.
  3. Reuniões de Governança: As reuniões de governança são momentos cruciais na Holocracia, onde são definidas as políticas e regras para os círculos. Todos têm voz e oportunidade de contribuir para a evolução das práticas da empresa.
  4. Reuniões Operacionais: Além das reuniões de governança, a Holocracia também promove reuniões operacionais regulares, onde os círculos podem discutir projetos, metas e problemas para garantir o alinhamento e a colaboração.
Holocracia

A Holocracia é organizada em torno de círculos

Diferenciais da Holocracia

  1. Agilidade Organizacional: Permite que as empresas se adaptem rapidamente às mudanças do mercado, pois a tomada de decisão é distribuída entre os colaboradores. Isso evita a burocracia e promove a agilidade.
  2. Transparência e Autonomia: As informações são compartilhadas de forma transparente, permitindo que todos tenham acesso às decisões e entendam seu papel na organização. Isso fortalece a autonomia e a responsabilidade individual.
  3. Colaboração e Engajamento: Estimula a colaboração e o engajamento dos colaboradores, pois todos têm voz e participam das decisões que afetam suas atividades diárias. Isso promove um ambiente de trabalho mais dinâmico e participativo.

A Importância do Profissional Slash na Holocracia

O profissional slash é aquele que possui habilidades e conhecimentos em diferentes áreas, sendo capaz de assumir múltiplos papéis dentro da organização.

Na Holocracia, o profissional slash desempenha um papel fundamental, pois pode se adaptar facilmente às necessidades em constante mudança e contribuir em diferentes círculos.

Em resumo, a Holocracia é uma abordagem inovadora para a gestão de negócios, que desafia as estruturas hierárquicas tradicionais.

Ela promove a descentralização do poder, a agilidade organizacional e a transparência, permitindo que os colaboradores assumam responsabilidades e tomem decisões em seus respectivos papéis.

A Holocracia está transformando a maneira como as empresas operam, impulsionando a colaboração, a autogestão e o engajamento dos colaboradores.

Existem várias empresas em todo o mundo que adotam a Holocracia como modelo de gestão.

Algumas das organizações mais conhecidas que utilizam a Holocracia incluem:

  1. Zappos: A empresa de comércio eletrônico Zappos, sediada nos Estados Unidos, é uma das pioneiras na implementação da Holocracia. Eles adotaram esse modelo em 2013, buscando aumentar a agilidade e a transparência em sua organização. Na Zappos, os colaboradores são organizados em círculos e assumem papéis específicos, permitindo que tomem decisões e contribuam ativamente para a empresa.
  2. Medium: A Medium é uma plataforma de publicação online que também adotou a Holocracia como modelo de gestão. Eles acreditam que esse formato permite a descentralização do poder e incentiva a colaboração entre os membros da equipe. Os colaboradores da Medium são agrupados em círculos e têm autonomia para tomar decisões relacionadas às suas áreas de responsabilidade.
  3. Precision Nutrition: A Precision Nutrition é uma empresa de nutrição e treinamento sediada no Canadá. Eles adotaram a Holocracia para promover uma cultura de autogestão, transparência e responsabilidade individual. Na Precision Nutrition, os colaboradores trabalham em círculos e têm a liberdade de tomar decisões relacionadas ao seu trabalho.

No Brasil, embora a Holocracia ainda não seja tão difundida quanto em outros países, algumas empresas têm experimentado essa abordagem de gestão.

Algumas delas são:

  1. Reserva: A Reserva, uma marca brasileira de roupas, adotou a Holocracia como modelo de gestão. A empresa acredita que essa abordagem promove a participação ativa dos colaboradores nas decisões e estimula a inovação. Os colaboradores são organizados em círculos e têm autonomia para tomar decisões relacionadas ao seu trabalho.
  2. Hotmart: A Hotmart, uma plataforma brasileira de distribuição e venda de produtos digitais, também adotou a Holocracia. Eles buscam promover a autogestão, a colaboração e a transparência em sua organização. Os colaboradores da Hotmart têm papéis específicos e participam ativamente das reuniões de governança e operacionais.

É importante ressaltar que a adoção da Holocracia varia de empresa para empresa, e cada organização adapta o modelo às suas necessidades e cultura organizacional.

Portanto, os detalhes específicos da implementação da Holocracia podem variar entre essas empresas.

E muitas acabam não se adaptando com esta metodologia de gestão, como o que aconteceu com a Zappos, que embora tinha adotado a Holocracia em 2013, mas, posteriormente, decidiu fazer uma transição e abandonar completamente esse modelo de gestão.

Essa mudança ocorreu principalmente porque a implementação da Holocracia na Zappos enfrentou desafios e dificuldades, mesmo tendo trazido alguns benefícios, como maior agilidade e autonomia para os colaboradores, também houve desafios na prática.

Alguns funcionários relataram problemas com a estrutura descentralizada de tomada de decisões, sentindo falta de clareza nas responsabilidades e processos.

Além disso, a natureza complexa e única da Holocracia exigia um alto nível de engajamento e compreensão por parte de todos os colaboradores, o que nem sempre era alcançado de maneira eficiente.

Após um período de experimentação e avaliação interna, a Zappos decidiu que a Holocracia não era o melhor ajuste para sua organização e cultura.

Em 2015, eles anunciaram uma transição de volta para uma estrutura mais tradicional de gestão hierárquica e o CEO da Zappos, Tony Hsieh, explicou que a decisão foi tomada para garantir a saúde e o sucesso contínuo da empresa.

Clique aqui e acesse, curta e compartilhe minhas outras matérias.

1 - 0

Thank You For Your Vote!

Sorry You have Already Voted!

Posts Carousel

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Latest Posts

Top Authors

+ Comentado

Vídeos em Destaque

1 - 0

Thank You For Your Vote!

Sorry You have Already Voted!