Identificando manipuladores: Do poder de sedução ao feminicídio

A Identificação de manipuladores pode evita crimes brutais como o feminicídio

Identificando manipuladores – Manipuladores são mestres na sedução e enganação, mas inexistem fingimentos que passem despercebidos aos olhos da uma mente treinada.

Com atos sempre pensados estrategicamente e pormenorizadamente calculados para aprisionar suas vítimas, em suas perturbações ou deturpações psíquicas, deixam rastros algumas das vezes fáceis de serem identificados.

O afastamento de pessoas próximas figura como principal estratégia do abusador contra sua vítima, que possui em todo seu modus operandi expressões reais de abusos disfarçados de afeto.

Tal sentimento forjado reforça na vítima a necessidade da crença em seu algoz com o intuito da proteção agora usurpada.

Instala-se na mente da vitima a prioridade em agir conforme preceitos criados pelo abusador para que se sinta querida, amada e consequentemente protegida.

Cenário criado, submissão garantida, iniciam os abusos graduais a partir de pequenas ofensas, podendo evoluir para estágios mais graves do abuso como agressões físicas, morais patrimoniais e até mesmo o feminicídio.

Uma vez envolvida na trama, inicia -se um processo de codependência, aspecto emocional de privação da própria liberdade onde a vítima é induzida a acreditar na sua incapacidade de sobreviver sem a presença de seu abusador.

Mister se faz a identificação de alguns aspectos emocionais do abusador os quais destaco:
  • Transtorno da personalidade sociopata;
  • Narcisismo.

Ambas questões psicológicas determinantes na reprodução de abusos produzidos por aspectos relevantes do psique que encontra na sua vítima mecanismos de fuga da sua própria anomalia emocional.

A frieza em conexões interpessoais resulta em abusos cruéis constantes de marcas emocionais muitas vezes irreparáveis.

Baseados nessas informações podemos verificar alguns doa sinais de identificação de abusadores, a saber:
  1. Sorriso fake ou não genuíno:

De forma geral, manipuladores não conseguem esboçar sorrisos verdadeiramente genuínos que consiste em alteração doa músculos zigomático maior e dos músculos orbiculares (ao redor dos olhos) também conhecido como área de circunferência orbital, formando os chamados “pés de galinha”.

  1. Expressões negativas com frequência:

Manipuladores podem ser mestres na arte do domínio comportamental, mas alguns sentimentos não passam despercebidos aos olhos treinados.

São eles:

Desprezo – O desprezo identifica o grau de relevância para algo que está sendo dito ou algo sendo exposto. Esse sinal consiste na elevação unilateral do canto da boca.

Nojo – Já o nojo é representado pela elevação da musculatura ao redor do nariz, evidenciando aversão ao fato ou discurso da vitima.
Duas emoções que reforçam as intenções do dominador e que determinam de forma enfática a dosimetria do seu bom-mocismo.

  1. Não reconhece proxêmica:

Proxêmica é o estudo das distâncias físicas estabelecidas entre indivíduos em interações sociais.

Pessoas que desconhecem esse limite forçando algum contato físico como por exemplo toques constantes em seu interlocutor podem demonstrar uma certa propensão manipuladora.

  1. Falam sempre delas mesmas

Pessoas que não conseguem estabelecer nível de empatia com seu próximo e ignoram completamente aquilo que está sendo dito para falar delas mesmas.

  1. Mudanças bruscas de sentimento

Manipuladores algumas vezes não conseguem sustentar a máscara sentimental pelo tempo que deveriam para se concretizar o embuste a que se destina.

Por isso, podem mudar repentinamente uma expressão aparentemente sorridente para uma rancorosa por exemplo.

Tal mudança pode ser avaliada erroneamente por terceiros como bipolaridade.

Em síntese, alguns sinais de identificação de manipuladores sejam eles, sociopatas ou narcisistas são extremamente fáceis de serem identificados.

Estes, portanto, não apenas sugerem pessoas com algum índice manipulador ou abusador, mas podem colaborar diretamente na incidência do feminicídio.

Clique aqui e acesse meus outros artigos.

Parabéns por ter atingido mais de 300 mil acessos

Compartilhar

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Telegram
Pular para o conteúdo