Mulher e Cinema – Onde Está Segunda?

0
795
What Happened to Monday

Onde Está Segunda? é um filme de ficção científica com muito suspense, ação e uma carga dramática  tensa durante todo o filme.

Como você se sentiria ou sobreviveria, num mundo governado pelo totalitarismo, autoritarismo, por opressão e controle total da sociedade ?

Da maneira como estamos tratando nosso planeta será que algum dia precisaremos de uma medida tão drástica para conter o crescimento populacional?

What Happened to Monday (2017)
Direção: Tommy Wirkola
Elenco: Noomi Rapace, Glenn Close, Willem Dafoe

Sinopse: Num mundo em que cada família pode ter apenas um filho, sete irmãs gêmeas sobrevivem como podem se escondendo dos agentes do governo. Quando uma delas desaparece misteriosamente, as outras seis deixam de lado a reclusão e a cautela e se engajam numa intensa busca.

Sobre o filme: Karen Settman morreu no parto, depois de dar a luz a sete meninas. Quem ficou com as crianças foi seu pai, o dr. Settman (Willen Dafoe).

Para facilitar a vida, cada uma foi registrada com um dia da semana. Elas só podiam sair no seu respectivo dia, nunca juntas, muito menos uma depois da outra.

Da porta para dentro, podem ser quem quiser, da porta para fora elas são… Karen Settman (Noomi Rapace).

Nicolette Cayman (Glenn Close) é quem faz a Lei de Alocação Infantil ser cumprida, ou seja, se descobrem que a família tem dois ou mais filhos, as crianças são levadas para um instituto com  a promessa de que essas crianças hibernariam e voltariam anos mais tarde.

Porém, a realidade não é essa, elas são levadas para “dormirem”, através da criogenia. Isso tudo porque, com a explosão demográfica, os alimentos e a água ficaram escassos.

No filme, a tecnologia é usada como ferramenta de controle, seja do Estado, seja de instituições ou mesmo de corporações. As informações estão na palma da mão, literalmente.

Os monitores de computador somem num piscar de olhos e todos são obrigados a usar uma pulseira que – ao encostar num leitor – toda a vida da pessoa aparece na tela.

Ótima crítica social sobre o aumento populacional. Fica evidente que a repressão não é a saída para absolutamente nada.

Fonte: adorocinema/poltronanerd/cinepop/cafecomfilme

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here