Quem Eu Sou!

0
30
Quem Eu Sou

Contas do mês. Sacar dinheiro. Cartão Vencido. Crise de identidade. Guerra que venceria. Portas giratórias. Ingresso ao Mundo Patriarcal.

Mau presságio. O único cartão azul que recebi, foi o vermelho!

Cadê seu marido? Para mim, morreu, há 16 anos! Mas, no presente, está viajando.

Sua filha? A titular? Foi para praia!

Você é Mãe da menina? Ótima pergunta, meu Senhor! Em papel, só na identidade. A real função: sem reconhecimento. Eu nem sabia mais: Quem sou eu?

O único progenitor era o pai, que pariu, no singular, a conta! Um exímio hermafrodita, talvez!

Mas, a função da mãe, fica sempre no plural, com as contas! A conta não dava conta da necessidade das polaridades quanto a sua existência, em existir! Já conhecia pai desconhecido, mas mãe desconhecida, foi a minha primeira vez!

Desde o sutiã a primeira vez, infelizmente, não se esquece! Eu lá, de Corpo presente, mas ausente em Alma, olhei ao meu redor, só existia Mulheres!

Meu Ser fragmentado unido naquela sororidade, que me identifica em Mulher, na presença!

Só mulheres que bancam a sua Vida! Solteiras, casadas, separadas ou divorciadas. De todas as idades, raças e cruz credo!

Assim, como eu, em pé, a ser atendida, em seu desejo ou não, por homens, confortavelmente, sentados?

Uma humilde senhora questiona que não é chamada há uma hora! Descobre que é no underground! Socorro! E eu descubro que todos estamos lá! Diferença de classe. Diferente escolaridade.

Faz o Ser ativo virar submissa voz passiva, na oração! A nossa maior arma a palavra. Quem cala consente quem fala se posiciona! Foi a gota d’água. Quero fazer jus a minha verdade!

Olhando nos olhos, do gerente, disse na totalidade do meu Ser: Eu só saio daqui com o Dinheiro, que é meu, por Direito!

Na Chave da questão se abre a porta da Abundância Universal: Convite para sentar. Papéis para assinar… Milagre. Magia na vida.

Alquimia numa só voz. Pensar, Sentir e Agir. Faz acontecer a realização!

E Eu? Pedir permissão para existir? Não, dessa vez, não!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here